Programação do mês de maio na Sessão Zoom

Escrito por em 15/05/2015

A Sessão Zoom é um projeto com mais de cinquenta anos que exibe filmes fora do circuito comercial e busca a formação cinéfila do seu público com a exibição de obras que são representativas dentro do Cinema com atividades gratuitas e/ou de valores simbólicos.

O projeto ocorre semanalmente em diversos espaços da cidade de Araraquara-SP, com duas sessões em 35mm no Cine Lupo, uma sessão digital no teatro do SESC e outra sessão ao ar livre na Praça das Bandeiras.  Sua programação é mensal e conta com a produção do Coletivo Colmeia Cultural em parceria com o SESC Araraquara e com a Associação dos Amigos da Praça das Bandeiras.

Na programação de maio teremos uma sessão ao livre dedicada à Ferroviária e a parceria com o Festival SESC Melhores Filmes. Assim,  serão exibidos os seguintes filmes:

Programação completa Sessão Zoom - Maio - 2105

04/05 (SEGUNDA-FEIRA) SESSÃO AO AR LIVRE E BATE-PAPO “FERROVIÁRIA: HISTÓRIAS DE ACESSOS”

Filme: “AFE: História de um acesso”
Local:
Praça das Bandeiras, Rua Voluntários da Pátria, S/N (em frente ao Bar do Zinho)
Horário:
19h30
Gratuito

Dir.: Guilherme Bonini
Brasil | 2010 | 45 min
Gênero: Documentário
Classificação indicativa: livre

Sinopse: Produzido em 2010, o filme conta a história do difícil e sofrido acesso da Ferroviária para a Série A2 do Campeonato Paulista, nas vozes de quem participou dele nas arquibancadas, nas cabines de imprensa, no banco de reservas e dentro das quatro linhas. Com depoimentos emocionantes, históricos e descontraídos, o filme prende o torcedor do início ao fim. O filme retrata a campanha que levou o clube de volta à Série A2 do Campeonato Paulista, no primeiro semestre de 2010. Um documentário que revela o clima de ansiedade e euforia em torno da partida eternizada como “A Batalha do Barão”, no jogo entre Ferroviária e XV de Piracicaba, que selou a conquista do acesso.  Em cena, jogadores, torcedores, comissão técnica, dirigentes e jornalistas esportivos mostram a paixão que move essa Locomotiva. “AFE: A História de um Acesso” tem direção, roteiro e montagem de Guilherme Bonini; argumento e entrevistas de Felipe Santilho e Emerson Bellini.

Trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=3uUfrVIy0pg

Atividade: após a sessão, haverá um bate-papo com o diretor Guilherme Bonini e equipe de produção, com o escritor e afeano araraquarense Pedrinho Renzi sobre o filme e sobre a história da Ferroviária.

GUILHERME BONINI foi vencedor do Festival do Minuto, em 2007; atuou como assistente de produção no filme “Páginas de Menina” de Mônica Palazzo, vencedor do 18th Festival de Melboarne. Em 2009, atuou como assistente de fotografia no documentário “O Apito do Trem”, do documentarista Marcelo Machado. Dirigiu, em 2011, o documentário “Juntos”, que retrata os 20 anos do Núcleo de Artes Cênicas do Sesi Araraquara. Atualmente, é diretor na empresa Bonini Filmes.

PEDRINHO RENZI é Araraquarense, nascido em 1961, fez Ciências Sociais  na Unesp em 1985 e mestrado em sociologia em 1994. Possui os seguintes livros publicados “A casa do sol”, 2002;  “Mercado central”, 2004.  Ele é escritor e afeano.

11/05 (SEGUNDA-FEIRA)

Filme: “Garota Exemplar”
Local: Cine Lupo
Horário:
21h30
Valor:
R$02,00

Dir.: David Fincher
EUA | 2014 | 150 min
Gênero: Suspense
Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse: Amy Dunne (Rosamund Pike) desaparece no dia do seu aniversário de casamento, deixando o marido Nick (Ben Affleck) em apuros. Ele começa a agir descontroladamente, abusando das mentiras, e se torna o suspeito número um da polícia. Com o apoio da sua irmã gêmea, Margo (Carrie Coon), Nick tenta provar a sua inocência e, ao mesmo tempo, procura descobrir o que aconteceu com Amy.

Trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=tKwEdRC26xA
Resenha do filme: Cinema em cena

18/05 (SEGUNDA-FEIRA)

Filme: “Relatos Selvagens”
Local:
Cine Lupo
Horário:
21h30
Valor:
R$02,00

Dir.: Damián Szifron
Argentina | 2014 | 120 min
Gênero: Suspense , Comédia , Drama
Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse: Diante de uma realidade crua e imprevisível, os personagens deste filme caminham sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. Uma traição amorosa, o retorno do passado, uma tragédia ou mesmo a violência de um pequeno detalhe cotidiano são capazes de empurrar estes personagens para um lugar fora de controle. O filme “Relatos selvagens” com os seus seis relatos destaca o ser humano motivado por impulsos selvagens (primitivos) em um mundo pretensamente baseado no contrato social e na razão. As ações relatadas são selvagens porque atacam direta e/ou indiretamente a ordem social e as instituições sociais. Mas, a selvageria é lúcida, de modo que a sociedade é a desordem, o caos para o homem e, muitas vezes, sem sentido, como a burocracia. O contrato social e o positivismo não cumpriram o que prometeram, cabe ao homem voltar a ser um “bom selvagem”, como ocorre com os relatos de Gabriel Pasternak, Moza, Bombita e Romina.

 Trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=g4DCVJF1RbA Resenhas do filme: Travessa Cinematográfica

26/05 (TERÇA-FEIRA)

Filme: “O Passado”
Local: Teatro do SESC
Horário: 20h00
Valor: Gratuito

Dir.: Asghar Farhadi
Irã / França | 2014 | 94 min
Gênero: Drama
Classificação indicativa: 14 anos

Sinopse: Este drama mostra a ruína da relação entre um marido iraniano e sua esposa francesa, vivendo na Europa. Após muitas disputas, ele abandona a família e os dois filhos para retornar ao seu país de origem. Quando a esposa pede o divórcio oficial, ele descobre que o pedido é motivado pelo fato de ela ter conhecido outro homem. Assim, sem demoras, ele retorna ao lar para confrontar a esposa e o novo pretendente dela.

 Trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=tjfdvnzh4ow

Resenha do filme: Omelete


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA