Programação da Oficina Cultural de São Carlos no 2º trimestre de 2015

Escrito por em 20/04/2015

Oficinas Culturais abrem inscrições para atividades gratuitas por todo Estado de São Paulo.

No dia 07 de Abril, as Oficinas Culturais abrem as inscrições para a programação do 2º trimestre de 2015 em todo o Estado de São Paulo. Serão vagas para oficinas, palestras, shows, entre outras atividades gratuitas. Em São Carlos e região, serão oferecidas mais de 1.000 vagas para cursos, exposições e em apresentações de dança, teatro, entre outros. Para se inscrever basta comparecer até a sede da Oficina Cultural e preencher uma ficha de inscrição. A Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda esta localizada na Rua São Paulo, 745 Centro. Telefone para contato 3372-8882 / 3372-9624.

Para saber a programação completa das demais oficinas, acesse: www.oficinasculturais.org.br

Segue abaixo programação:

ACERVOS CULTURAIS

PALESTRA: CONSERVAÇÃO DE OBRAS DE ARTE E ACERVOS CULTURAIS EM EXPOSIÇÃO

Palestrante: Ariane Lavezzo
11/6 – quinta-feira – 19h às 22h
Público:
profissionais ligados a acervos, artistas e demais interessados
Inscrições: 7/4 a 30/5
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Nesta palestra serão apresentados aspectos gerais da conservação de acervos em exposição, abordando desde as ações dos profissionais envolvidos até a participação do público, enquanto espectador e colaborador da preservação do patrimônio. Ariane Lavezzo é formada em História pela Universidade Federal de Ouro Preto, onde especializou-se em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis na Escola de Belas Artes. Desde 2002 trabalha na conservação do acervo do MAC-USP.

ARTE-EDUCAÇÃO

OFICINA: BRINCANDO A VIDA: CACURIÁ E CAROÇO COMO RECURSOS LÚDICO-PEDAGÓGICOS

Coordenação: Vivian Parreira
23/4 a 02/07 – quintas-feiras – 19h às 22h
Público:
profissionais da educação e interessados no tema
Inscrições: 7 a 14/4
Seleção: primeiros inscritos
25 vagas

A oficina apresenta a educadores o cacuriá e o caroço – danças tradicionais do Maranhão –, demonstrando as possibilidades de utilização dessas manifestações populares nas ações de ensino e aprendizagem. Vivian Parreira é graduada em História pela Universidade Federal de Uberlândia e mestre em Educação pela UFSCar. É coordenadora do grupo de pesquisa e práticas em danças brasileiras Girafulô. Atuou como tutora virtual no curso de Especialização em Educação das Relações Étnico-raciais (NEAB – UFSCar).

ARTES PLÁSTICAS

OFICINA: MATISSE – DESENHANDO COM A TESOURA
Coordenação:
Eliana Saldanha
23/4 a 18/6 – quintas-feiras – 14h às 17h
Público:
interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 22/4
Seleção: primeiros inscritos
15 vagas

A oficina apresenta a obra do artista plástico francês Henri Matisse, utilizando sua produção de recortes e colagens como inspiração para um trabalho prático com papéis coloridos em escala reduzida. Eliana Saldanha é artista plástica e arte-educadora, graduada em Educação Artística (Unicamp), Artes Plásticas (FAAP) e Design de Moda (Faculdade Santa Marcelina). Ministrou aulas na rede pública de ensino e instituições culturais em São Paulo e Minas Gerais. Foi premiada no 1º Salão de Artes Plásticas de São Carlos e no Salão Estadual do Mapa Cultural Paulista.

AUDIOVISUAL

15ª SEMANA DA IMAGEM E SOM DA UFSCar
Parceria:
Universidade Federal de São Carlos e Oficina Cultural
Sérgio Buarque de Holanda

Programação:

OFICINA DE INICIAÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS DIGITAIS

Coordenação: Rodrigo Rezende
13 a 15/4 – segunda a quarta-feira – 10h às 13h e 14h às 17h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 14 anos, que possuam notebook
Inscrições: 7 a 10/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A oficina apresentará as principais tecnologias de programação de jogos para internet, os princípios básicos da linguagem Scratch e as formas de publicá-los de forma simples. Rodrigo Rezende é formado em Artes Gráficas pelo Senai, com estudos em Tecnologia em Jogos Digitais e Efeitos Especiais para Cinema. É designer de programação do Coletivo RE(C)organize e pesquisador de interatividade em multimídia e robótica com softwares e hardwares livres, tendo desenvolvido a ferramenta RE(C)lux para videoprojeção mapeada.

OFICINA DE DIREÇÃO DE ARTE

Coordenação: Anna Kuhl
13 e 14/4 – segunda e terça-feira – 13h às 17h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 10/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas

Esta oficina tem como proposta expor conceitos, processos de trabalho e etapas da direção de arte para obras audiovisuais e de artes cênicas, abordando: cenografia, produção de objetos, visagismo, indumentária, maquiagem, efeitos especiais e adereços. A atividade contará com exercícios práticos. Anna Kuhl é figurinista, diretora de arte e arte-educadora. Formada em Produção Audiovisual pela UFSCar, foi produtora, figurinista e diretora de arte para diversos projetos de teatro e cinema. Destacam-se, em seu trabalho de figurinista, os espetáculos “Imago – Uma lua n’água” (Grupo Matula Teatro) e “Um Artista da Fome” (Projeto Circo K).

PALESTRA: GESTÃO DE NEGÓCIO CRIATIVO

Palestrante: Anna Kuhl
14/4 – terça-feira – 19h às 22h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 11/4
Seleção: carta de interesse
50 vagas
Local:
Biblioteca Comunitária da UFSCar – Auditório 1

Introdução ao empreendedorismo criativo, a palestra aborda as diversas possibilidades de negócio nas áreas de imagem e som e discute a aplicação de processos das áreas de administração e marketing ao contexto da Economia Criativa.

WORKSHOP: A CONSTRUÇÃO DE TRILHAS MUSICAIS A PARTIR DE ELEMENTOS DA SONOPLASTIA E DA PAISAGEM SONORA

Coordenação: Daniel Brita e Gustavo Palma
15 e 16/4 – quarta-feira – 14h às 17h | quinta-feira – 13h30 às 17h30 e 19h às 22h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 13/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas
Local:
Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda

O workshop abordará, na teoria e na prática, aspectos conceituais, criativos e técnicos da relação entre imagem e som na linguagem audiovisual: trilha sonora, trilha musical, trilha branca, leitmotiv, foley e paisagem sonora. Encerrando com a criação de trechos musicais a partir de elementos da sonoplastia e da paisagem sonora Músico e compositor, Daniel Brita é formado pela Unicamp. Produtor musical e engenheiro de som no Estúdio Lamparina; trabalha com trilha sonora ao vivo com o grupo Cinoise Ensamble e faz duo com Gustavo Palma, além de colaborar com grupos de rock e de música experimental e instrumental. Gustavo Palma é integrante da banda Aeromoças e Tenistas Russas e produtor cultural midialivrista, trabalhando na área de comunicação pelo Circuito Fora do Eixo. Graduado em Imagem e Som pela UFSCar e especialização em direção e roteiro, realizou os curtas “Intrusos” e “Pai Nosso” e, para sua banda, o videoclipe de animação “Insomne”.

PALESTRA: LINGUAGEM E MERCADO

Coordenação: Gustavo Morais
16/4 – quinta-feira – 19h às 22h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 14/4
Seleção: carta de interesse
50 vagas
Local:
Biblioteca Comunitária da UFSCar – Auditório 1

O objetivo desta palestra é analisar formatos e produtos audiovisuais encontrados no mercado atual, apresentando o papel de uma produtora, as especificidades da produção de longas-metragens e séries de TV, e a relação da direção com a produção, produto e público, entre outros temas. Gustavo Morais é formado em Imagem e Som pela UFSCar e em direção de atores, na técnica Meisner/Mamet, pela EICTV de Santo Antonio de Los Baños, em Cuba. Foi aluno da master class de roteiro de Aguinaldo Silva. Atuou na produção de longas e curtas-metragens, campanhas publicitárias e séries de TV. Atualmente é diretor assistente na Produtora Mixer e conclui projeto para o Discovery Channel Brasil.

OFICINA: O ATOR E O OUTRO

Coordenação: Gustavo Morais
17/4 – sexta-feira – 10h às 13h e 14h às 18h
Público:
alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais
interessados a partir de 16 anos
Inscrições:
7 a 15/4
Seleção: carta de interesse
15 vagas
Local:
Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda

O diretor também precisa habitar o lugar do ator para compreender suas necessidades. Nesta oficina os participantes irão conhecer os fundamentos básicos do trabalho do ator, de modo a entender o seu processo de criação e estabelecer um parâmetro de diálogo no exercício da direção.

WORKSHOP: A LINGUAGEM DA MONTAGEM CINEMATOGRÁFICA

Coordenação: Bárbara Roma
12 e 13/6 – sexta-feira – 19h às 22h | sábado – 9h às 12h e 14h às 18h
Público:
interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 7/4 a 30/5
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

O workshop aborda, na teoria e na prática, os elementos fundamentais da montagem cinematográfica, da decupagem feita previamente antes da captação de imagens até os diferentes tipos de edição do material – montagem métrica, rítmica, tonal, atonal e intelectual. Bárbara Roma é formada em Imagem e Som pela UFSCar, com ênfase em Roteiro, Direção e Edição. Trabalhou com produção e programação musical na Rádio UFSCar. É editora de vídeo na empresa Tao Criativo; roteirizou e dirigiu “A Marca do Lobo”, curta atualmente em fase de finalização.

DANÇA

III MOSTRA REGIONAL DE DANÇA 2015
Curadoria:
Marcos Ramos

Em comemoração ao Dia Internacional da Dança (29 de abril), a Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda programa três atividades relacionadas à dança do ventre. Bailarinas, coreógrafos e diretores desta expressão cultural nascida no oriente trazem seus trabalhos e experiências para a Oficina Cultural. Formado em Educação Física pela Unip, Marcos Ramos dançou e coreografou para o Grupo de Dança Contemporânea da UFSCar, para o Cadência Ballet, de Rio Claro, e para o Compasso Centro de Dança, de São Carlos. Como agente social e arte-educador, atuou em fundações, ONGs e projetos culturais em São Carlos e região.

Programa:

EXPOSIÇÃO: A HISTÓRIA DA DANÇA DO VENTRE EM SÃO CARLOS

Abertura: 7/4 – terça-feira – 19h30
Visitação: 8 a 30/4 – segunda a sexta-feira – 13h às 22h | sábados – 13h às 18h
Classificação: livre

A exposição apresenta imagens da trajetória das escolas de dança do ventre de São Carlos, além de figurinos, adereços e acessórios – snujs, candelabros, espadas, punhais, cintos e véus – utilizados nos espetáculos.

AULA-ABERTA DE DANÇA DO VENTRE

25/4 – sábado – 16h às 18h
Coordenação:
Dag Mahin, Vera Felício, Alessandra Alcântara, Daniela Lanza, Aline Hensser, Cintia Pera, Neymah Al Najmah e Angel Achkar
Público: interessadas a partir de 14 anos
Inscrições: 7 a 24/4
Seleção: primeiros inscritos
40 vagas

Ministrada em quatro etapas – aquecimento, exercícios, coreografia e relaxamento –, a aula trabalhará os principais movimentos que caracterizam a dança do ventre: de ombros e de quadris, além dos giros e das combinações entre cada um. As dinâmicas serão orientadas por profissionais de diversas escolas de São Carlos e região: Dag Mahin e Vera Felício (Studio Dag Mahin), Alessandra Alcântara (Studio K), Daniela Lanza (Academia Performance), Aline Hensser (Studio de Dança Aline Hensser), Cintia Pera (Studio Nour Mahal), Neymah Lima e Angel Achar (Studio Neymah Al Najmah).

III MOSTRA REGIONAL DE DANÇA

29/4 – quarta-feira – 19h30
Classificação:
livre
200 lugares

A III Mostra Regional de Dança será composta por apresentações de representantes das escolas de Dança do Ventre da cidade e região, com trabalhos inéditos, coreografados especialmente para esta Mostra. Por São Carlos, o Studio K apresenta a dança básica, sem acessórios; o Studio Nour Mahal, com espadas; o Studio Yala Bina, com os snujs; o Studio Dag Mahin, com véus. As cidades convidadas da região são Jaú (Studio de Dança Aline Hensser, Studio Neymah Al Najmah e Kadrya Spaço Ká Kallegari) e Ibaté (Vera Felicio).

FOTOGRAFIA

FOTOGRAFIA 3D – SÃO CARLOS EM NOVA PERSPECTIVA” EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA ITINERANTE

Abertura: 7/4 – terça-feira – 19h30
Local: Universidade Federal de São Carlos – Biblioteca Comunitária Rodovia Washington Luís, km 235 – SP-310 – São Carlos
Classificação: livre

A exposição reúne trabalhos dos participantes da Oficina de Fotografia 3D – São Carlos em Nova Perspectiva, ministrado no primeiro trimestre de 2015 pelo fotógrafo e publicitário Matheus Mazini na Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda. Concebido como um espaço de troca e formação destinado a fotógrafos profissionais e amadores, o projeto teve como proposta registrar a cidade de São Carlos, buscando apresentar diferentes imagens que criem uma narrativa cronológica sempre na perspectiva tridimensional.

OFICINA: ARTE FOTOGRÁFICA COM PHOTOSHOP

Coordenação: Rivaldo Ferreira
14/4 a 23/6 – terças-feiras – 19h às 22h
Público:
interessados a partir de 16 anos com conhecimentos em Photoshop
Inscrições: 7 a 11/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A atividade transmitirá as informações fundamentais para o tratamento digital de imagens, apresentando as tecnologias voltadas para esse fim e os recursos de interferência técnica e criativa que podem ser aplicados na fotografia. Cada participante criará um projeto no final da oficina. Rivaldo Ferreira, técnico em informática pelo Senac, trabalha como designer gráfico freelancer. Por vários anos ministrou aulas de informática e cursos de computação gráfica com os programas Adobe Photoshop, AutoCad e Dream Weaver.

OFICINA DE RETRATO FOTOGRÁFICO

Coordenação: Paulo Ferreira
18 a 20/6 – quinta e sexta-feira – 19h às 22h | sábado – 9h às 12h e 14h às 18h
Público:
interessados com alguma experiência em fotografia e que possuam uma câmera semiprofissional ou profissional
Inscrições: 7 a 24/4
Seleção: currículo resumido
20 vagas

A oficina abordará direção e técnica voltadas ao retrato fotográfico, dentro e fora do estúdio. Os participantes farão exercícios explorando diferentes ângulos, situações e lentes. Serão trazidas referências de retratos produzidos por fotógrafos contemporâneos. Paulo Ferreira atua como fotógrafo freelancer para agências de publicidade e veículos da imprensa, como a revista TRIP, a Folha de S.Paulo e publicações das editoras Abril e Globo. Expôs em Londres e em espaços de São Paulo como Aliança Francesa e MIS.

OFICINA: STILL – A SIMPLICIDADE PARA COMPOR UMA IMAGEM

Coordenação: Juka D’Aquino
22/4 a 24/6 – quartas-feiras – 19h às 22h
Público:
interessados a partir de 18 anos, com conhecimento de operação da câmera DSLR em modo manual
Inscrições: 7 a 14/4
Seleção: entrevista (15/4 – quarta-feira – 19h às 22h)
20 vagas

“Still” significa fotografia de temas inanimados, fotografia parada, sem movimento. Esta oficina informará sobre: iluminação de objetos e cenários montados em frente à câmera; maquiagem de produtos; manuseio de objetivas; distâncias focais; relação dos diafragmas com a profundidade de campo; uso de filtros; medições com fotômetros. Fotógrafo e produtor de eventos, Juka D’Aquino é graduado em Publicidade e Propaganda pela Unimep e especializado em Marketing pela Unicep – Centro Universitário Central Paulista, instituição onde atualmente leciona nos cursos de Administração, Turismo e Publicidade e Propaganda.

OFICINA BÁSICA DE FOTOGRAFIA: OPERAÇÃO, TÉCNICA E COMPOSIÇÃO

Coordenação: Edison San
25/4 a 27/6 – sábados – 14h às 17h (exceto dias 2/5 e 6/6)
Público:
interessados a partir de 16 anos, sem experiência na área, que possuam câmera DSLR
Inscrições: 7 a 14/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A oficina visa introduzir os participantes às questões técnicas e estéticas da composição fotográfica, tendo como base a transmissão de informações que lhes permitam dominar os recursos das câmeras DSLR, tais como tempo de exposição, velocidade de abertura, fotometria, sensibilidade, foco e flash. Edison San é formado em Letras pela USP e cursa Imagem e Som pela UFSCar, na especialização em Fotografia e Direção. Foi vencedor do Concurso Cultural de Fotografia IFSC/2013, participou de diversas exposições coletivas e uma de suas fotos foi capa do livro “A Física a Serviço da Sociedade”.

FOTOGRAFIA / PATRIMÔNIO CULTURAL

OFICINA INTERGERACIONAL: SÃO CARLOS – FOTOGRAFIA, CULTURA E MEMÓRIA

Coordenação: Sheiva Sörensen, Rivaldo Ferreira e Fernando Nogueira
25/4 a 27/6 – sábados – 14h às 17h
Público:
interessados a partir de 18 anos (10 vagas serão reservadas para candidatos acima de 60 anos)
Inscrições: 7 a 14/4
Seleção: carta de interesse
20 vagas

Por meio de um trabalho em fotografia, esta oficina – destinada a dois grupos de idades distintas – tem o objetivo de valorizar a memória e o patrimônio de São Carlos, promovendo uma experiência diferenciada entre os participantes e o espaço urbano. No decorrer da atividade, será criado um blog para divulgar imagens e textos registrados pela turma durantes as incursões pelos pontos históricos da cidade. Sheiva Sörensen é formada em Ciências Sociais pela Unesp de Araraquara e tem mestrado em Antropologia Social pela UFSCar. Atualmente desenvolve pesquisas na área de Patrimônios Culturais, Cultura e Museus. Em 2014, participou da coordenação do projeto “Lugares de Memória – Da Tradição ao Patrimônio Cultural Imaterial”, na Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda. Rivaldo Ferreira, técnico em informática pelo Senac, trabalha como designer gráfico freelancer. Por vários anos ministrou aulas de informática e cursos de computação gráfica com os programas Adobe Photoshop, AutoCad e Dream Weaver. Fernando Nogueira é pesquisador, produtor cultural e educador. Formado em Ciências Sociais pela Unesp de Araraquara, desenvolveu extensão universitária em educação e terceira idade pela PUC-SP. Sua linha de pesquisa é focada em história, memória e produção cultural, com destaque para a culinária brasileira.

MÚSICA

RECITAL DE DAVID SAIDEL – LANÇAMENTO DO CD “SANFONA BRANCA”

24/4 – sexta-feira – 20h
Classificação:
livre
200 lugares

O músico acordeonista David Saidel abrirá sua apresentação com músicas de sua autoria e de outros compositores, como Ernesto Nazareth, Sivuca, Chico Buarque, Villa-Lobos e Mozart. Na segunda parte do recital, David Saidel tocará parte do repertório do CD “Sanfona Branca” com seu acordeon branco marca Stradella Cooperativa, fabricado na Itália em 1927. David Saidel formou-se em acordeon e piano no Conservatório Brasileiro de Harmônica. Manteve uma escola de música por mais de quatro décadas em São Carlos, e foi diretor da Escola Livre de Música Maestro João Seppe. Também radialista, passou por várias emissoras e hoje produz e apresenta o programa “Cordas e Acordeon” na Rádio UFSCar FM.

OFICINA: CANTOS NAS JANELAS – UMA EXPEDIÇÃO MUSICAL PELAS RUAS E PELA MPB SERESTEIRA

Coordenação: Cris Naga
27/4 a 22/6 – segundas-feiras – 18h30 às 21h30
Público:
interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 7 a 24/4
Seleção: aula aberta no primeiro encontro
30 vagas

A oficina tem o objetivo de formar um grupo de seresteiros para realizar intervenções musicais pela cidade. Serão abordados: história da seresta, prática da técnica vocal, ensaios com expressão corporal e estudo do repertório com canções de Pixinguinha, Vinícius de Moraes e Chico Buarque. Cris Naga é formada em Piano pelo Conservatório Carlos Gomes, de Ribeirão Preto, e em Psicologia, pela USP. Foi regente assistente do Coral Cio da Voz e do Trilhas da Mata, dentre outros grupos, e atualmente rege corais em Pirassununga, Porto Ferreira São Carlos e Araras.

TEATRO

OFICINA DE CRIAÇÃO DE ESQUETES

Coordenação: Karen Godoy e Otaviô Taz
27/4 a 22/6 – segundas-feiras – 19h às 22h
Público:
interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 7 a 22/04
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A oficina desenvolverá um trabalho com dinâmicas de expressão corporal e vocal, jogos teatrais e técnicas de improvisação, com o objetivo de estruturar esquetes (cenas curtas) que serão apresentadas no final da atividade. Karen Godoy é atriz, formada no curso técnico em Arte Dramática do Senac. Na UFSCar, cursa Educação Especial e desenvolve pesquisa sobre o teatro como instrumento na alfabetização de crianças surdas. Atuou em “O Auto do Bumba-Meu-Boi”, espetáculo do grupo Teatro do Baú contemplado pelo ProAC, e em “Menina de Arte”, do grupo Teatro do Grande Urso Navegante. Otaviô Taz é ator e professor, formado em Pedagogia pela USP Ribeirão Preto e pós-graduado em Educação Especial pela UFSCar. Desde 1993 trabalha na área teatral realizando diversos cursos e espetáculos.

WORKSHOP DE DIREÇÃO TEATRAL

Coordenação: Luana Laubeski
21 a 24/5 – quinta e sexta-feira – 18h às 22h | sábado – 9h às 12h e 14h às 18 | domingo – 9h às 12h
Público:
estudantes de teatro e cinema, diretores amadores e demais interessados em direção de atores para teatro, cinema e televisão, a partir de 18 anos
Inscrições: 7/4 a 7/5
Seleção: carta de interesse e minicurrículo
20 vagas

Com ênfase na relação entre prática e fundamentação teórica, o workshop propõe a exploração da linguagem teatral contemporânea no trabalho de encenação e de direção do ator, promovendo um espaço de exercício e reflexão sobre a concepção, o processo e o resultado final de um espetáculo, sob a perspectiva do diretor/encenador. Serão praticadas diferentes metodologias de direção, com a elaboração de um guia prático individual de direção. Atriz e diretora, Luana Laubeski é formada pela escola inglesa Mountview Academy of Theatre Arts, ligada à Universidade de East Anglia. Estudou Commedia dell’Arte com o Maestro Antonio Fava, na Itália. Na Espanha, fundou e dirigiu a companhia The Golden Hat Theatre, cujos espetáculos foram vistos por mais de 45 mil pessoas na Europa.


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA