Pesquisador da UFSCar é destaque no Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

Escrito por em 29/05/2018

Pesquisador da UFSCar é destaque no Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

Foto: Divulgação

O professor Bruno Campos, do Departamento de Ciências da Natureza, Matemática e Educação do Campus Araras da UFSCar, foi um dos destaques na 13ª edição do Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia por desenvolver um sensor eletroquímico de DNA para a detecção de predisposição ao câncer de mama.

Participaram da competição, cujo tema foi “Tecnologias para a Economia do Conhecimento”, representantes da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Eles apresentaram projetos ao comitê avaliador da premiação em cinco categorias e o docente da UFSCar conquistou menção honrosa no grupo de Jovens Pesquisadores.

O trabalho premiado foi tema da dissertação de mestrado em Física Biomolecular da aluna Laís Ribovski, do Instituto de Física de São Carlos, o IFSC, da USP, sob sua orientação. O sensor de DNA, patenteado no ano de 2016, detecta uma mutação que está relacionada com a predisposição ao câncer de mama.

O diagnóstico é dado ao colocar uma amostra de sangue ou de saliva em contato com o eletrodo. “Se não houver mutação do DNA, significa que não há defeito genético. Mas, se houver essa mudança de DNA, é possível que aquele indivíduo tenha alta probabilidade no desenvolvimento do câncer de mama”, sintetiza o professor.

Após concluídas as pesquisas laboratoriais, os pesquisadores aguardam possíveis investimentos da iniciativa privada para conseguir levar os testes ao mercado e, assim, beneficiar a população. “O grande diferencial desse método em relação a alguns semelhantes já existentes é o baixo custo. Acreditamos que esse exame ficaria em torno de 70 reais”, avalia o pesquisador.

Para o professor, a conquista no Prêmio Mercosul de Tecnologia traz incentivos a jovens pesquisadores como ele. “Isso nos motiva a dar continuidade aos nossos estudos, uma vez que a UFSCar e a USP têm desenvolvido várias tecnologias que saem da Academia e que podem chegar à comunidade, caso haja investimentos governamentais e da iniciativa privada”, destaca o docente. Os vencedores do Prêmio receberão uma homenagem em um dos países do Mercosul, em data ainda a ser definida.

Confira mais informações na edição da tarde do Rádio UFSCar Notícias de 28 de maio.

 


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA