Oficinas Culturais abrem inscrições para atividades gratuitas em todo Estado de São Paulo

Escrito por em 03/08/2015

Desde o dia 14 de Julho, as Oficinas Culturais estão com as inscrições abertas para a programação do 3º trimestre de 2015 em todo o Estado de São Paulo. São vagas para oficinas, palestras, shows, entre outras atividades gratuitas.

Em São Carlos e região, serão oferecidas mais de 2.000 vagas para cursos, exposições e em apresentações de dança, teatro, entre outros. A novidade nesta programação são as inscrições online, alguns cursos  estão com inscrições abertas pelo site das Oficinas Culturais, para as inscrições presenciais comparecer até a sede da Oficina Cultural e preencher uma ficha de inscrição.

Acesse o site e conheça a programação.

A Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda esta localizada na Rua São Paulo, 745 Centro. Telefone para contato 3372-8882 / 3372-9624.

Segue abaixo programação:

ARTES PLÁSTICAS

OFICINA DE ESCULTURA EM ARGILA
Coordenação: Renato Masson

3/8 a 28/9 – segundas-feiras – 14h às 17h
Público: Interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: aula aberta no primeiro encontro
20 vagas

A atividade apresenta técnicas e soluções básicas para modelagem, construção tridimensional e acabamento de diferentes tipos de escultura em argila.

Renato Masson é professor de artes, graduado pela Faculdade São Luís de Jaboticabal. Estudou cubofuturismo na Itália, sob orientação de William Tode, e é especialista em escultura, moldes e fundição em cera perdida. Realizou exposições individuais e participou de coletivas e salões no Brasil e na Itália.

WORKSHOP DE CRIAÇÃO DE MÁSCARAS
Coordenação: Cláudia Mazza

3 a 24/9 – quintas-feiras – 14h às 17h
Público: interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 14/7 a 22/8 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: aula aberta no primeiro encontro
20 vagas

A atividade apresenta um panorama da história das máscaras e de suas técnicas de construção, promovendo um trabalho de criação por meio do uso da papietagem (tiras de papel com cola).

Cláudia Mazza é formada em Educação Artística pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e possui aperfeiçoamento nas técnicas de desenho, pastel seco, tear, grafite e aquarela. É professora em escolas públicas e particulares e orientadora de oficinas e cursos no Sesc.

AUDIOVISUAL

WORKSHOP DE CRIAÇÃO DE CINECLUBE
Coordenação: Yasmin Bidim

04/8 e 25/8 – terças-feiras – 19h às 22h
Público: interessados em cinema e audiovisual, a partir de 15 anos
Inscrições: 14 a 27/7 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

A atividade tem como objetivo difundir a prática cineclubista. Serão abordados desde conceitos e histórico do cineclubismo no Brasil como contexto atual brasileiro. Através de relatos de experiências o objetivo é entender as noções de programação, de exibição e formação de público, além da estrutura básica de funcionamento de um cineclube. Como atividade prática será montada uma proposta de cineclube entre os participantes e realizada uma sessão de filmes aberta ao público.

Yasmin Bidim é formada e mestranda em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos. Atua na produção de eventos, como VJ e artista visual, cineclubista  e fotógrafa.

OFICINA: CRIATIVIDADE NA DIREÇÃO DE ARTE E FIGURINO PARA PUBLICIDADE
Coordenação: Fabiano Menna

8 a 17/9 – terças, quartas e quintas-feiras – 14h às 17h
Público: alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 16 anos

Inscrições: 14 a 1/9 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: carta de interesse
20 vagas

Por meio da teoria e da prática, a oficina pretende destacar a importância do figurino e da direção de arte – roupas e cenário – na imagem, na definição de personagens, no clima e na narrativa de um produto audiovisual.

Fabiano Menna é ator, figurinista e arte-educador. Pós-graduado em Psicopedagogia e mestrando em Artes Visuais pela Unesp, trabalhou para publicações como a revista Capricho e os jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo. Criou figurinos para teatro, TV e campanhas publicitárias (Honda, Pepsi e Web Motors, entre outras).

CIRCO

OFICINA DE MALABARES COM DIABOLÔ
Coordenação: Caio Matricardi

28/7 a 1/9 – terças-feiras – 19h às 22h
Público: interessados a partir de 12 anos
Inscrições: 14 a 27/7 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: primeiros inscritos
15 vagas

A atividade apresenta conteúdo teórico sobre o malabarismo em geral, e transmite repertório de treinos e truques do malabares com diabolôs, incentivando a criação de números.

Caio Matricardi é malabarista e acrobata, diretor da Cia. Circo Nosso. É formado em Educação Física pela Unicep e especialista em Atividades Acrobáticas do Circo pela PUC-PR. Desde 2006 atua em diversos espetáculos em São Carlos e região, incluindo o solo “The Charleston”, premiado no 2º Campeonato Online DiaboloCapeta.

PROJETO BAGUNÇARIA

Contemplado pelo Edital 43/2014 do ProAC – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, o projeto “Números de Circo – “TrombônaBola”, foi desenvolvido pelo artista circense Caio Matricardi, e deu origem ao espetáculo “Bagunçaria” criado em parceria com os artistas Caio Sabadini e Miojo, além da realização de uma oficina de manipulação com bola.

► ESPETÁCULO: BAGUNÇARIA

13/8 – quinta-feira:
1ª sessão: 9h30;
2ª sessão: 14h
Classificação: livre
200 lugares por sessão

“Bagunçaria” é um espetáculo malabarístico de variedades: em meio a uma grande confusão de objetos em cena, os malabaristas vão fazer de tudo um pouco para conseguir organizar a situação. A apresentação inclui o número “TrombônaBola”, número circense de Caio Matricardi, elaborado a partir de uma pesquisa de manipulação de um trombone e bolas de malabares. O elenco é composto por Caio Sabadini, Miojo e Caio Matricardi, que também assina a direção do espetáculo.

► OFICINA DE MANIPULAÇÃO COM BOLAS
Coordenação: Caio Matricardi

13/8 – quinta-feira:
Turma A: 10h30 às 12h;
Turma B: 15h às 16h30
Inscrições: 14/7 a 12/8
Público: criança a partir de 7 anos
Seleção: primeiros inscritos
15 vagas por turma

A oficina proporciona um primeiro contato com o malabarismo, apresentando, por meio de jogos e brincadeiras, as possibilidades de manipulação com bolas.

Caio Matricardi é malabarista e acrobata, diretor da Cia. Circo Nosso. É formado em Educação Física pela Unicep e especialista em Atividades Acrobáticas do Circo pela PUC-PR. Desde 2006 atua em diversos espetáculos em São Carlos e região, incluindo o solo “The Charleston”, premiado no 2º Campeonato Online DiaboloCapeta.

COMUNICAÇÃO

OFICINA DE MEDIA TRAINING: COMO ENTENDER E SE RELACIONAR COM A MÍDIA
Coordenação: José Márcio Mendonça

26/8 – quarta-feira – 10h às 13h e 14h às 18h
Público: alunos do curso de Imagem e Som da UFSCar e demais interessados a partir de 17 anos
Inscrições: 14 a 27/7 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: carta de interesse e currículo breve
25 vagas

A oficina analisará o que é a mídia hoje, inclusive com sua nova vertente na internet e nas redes sociais, de forma a preparar os participantes para se relacionarem com os meios de comunicação, ferramenta essencial hoje no trabalho de divulgação de ideias e de projetos. Após palestra introdutória, haverá uma dinâmica de media training, simulando como os jornalistas abordam seus entrevistados e informantes em busca da notícia mais completa.

A dinâmica será gravada em vídeo para estudo dos problemas e potencialidades comunicativas de cada participante.

José Márcio Mendonça é jornalista profissional há 45 anos, com experiência em jornais impressos, revistas, rádio, televisão e internet. Foi editorialista do Jornal da Tarde, chefe de redação da sucursal em Brasília de O Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde, e comentarista político da Rádio Eldorado e da TV Bandeirantes.

Atualmente é editor do blog “Política & Economia na Real”.

CULTURA TRADICIONAL

SENTIMENTO CAIPIRA: CICLO DE CULTURA TRADICIONAL E CONTEMPORANEIDADE

26 a 28/8 – quarta a sexta-feira

“Sentimento Caipira” faz parte de um programa das Oficinas Culturais que busca refletir sobre o lugar da cultura tradicional no contexto contemporâneo. Em três dias, São Carlos realiza um pequeno festival de arte caipira, com exposição de artes plásticas, visitas monitoradas, contação de histórias e causos, música, dança e palestras.

A coordenação geral de “Sentimento Caipira” é do produtor e gestor cultural Gustavo Dalla Déa. Formado em Ciências Sociais pela Unesp de Araraquara, Dalla Déa atua desde 1992 na área cultural, tendo desenvolvido projetos em diversos pontos do estado, por meio de instituições como Secretaria de Estado da Cultura, Sesc e Sesi.

Programa:

► MESA DE ABERTURA: O SENTIMENTO CAIPIRA – OLHARES E PERSPECTIVAS
Convidados: Jocelino Soares e Fernando Nogueira
Mediação: Gustavo Dalla Déa

26/8 – quarta-feira – 19h
50 lugares

Nesta mesa serão debatidos os elementos que formaram a cultural caipira no interior paulista, em especial na região de São Carlos.

Jocelino Soares, artista plástico, é formado em Pedagogia e pós-graduado em Arte-Educação pela Faceres de São José do Rio Preto. É membro fundador da Associação Rio-pretense de Artes, fundador do Centro de Tradição Caipira e membro da Academia Rio-pretense de Letras e Cultura. Autor dos livros “O Criador de Sacis” e “Clara – Um Romance Caipira”.

Fernando Nogueira é pesquisador, produtor cultural e educador. Formado em Ciências Sociais pela Unesp de Araraquara, tem extensão universitária na área de educação e terceira idade pela PUC-SP. Sua linha de pesquisa é focada em história, memória e produção cultural, com destaque para a culinária brasileira.

► EXPOSIÇÃO: SENTIMENTO CAIPIRA
Artista: Jocelino Soares
Curadoria: Sara Jane Noboa

Abertura: 26/8 – quarta-feira – 20h
Visitação: 27/8 a 26/9 – segunda a sexta-feira – 13h às 22h | sábados – 13h às 18h
Classificação: livre

Numa técnica própria de pintura a óleo sobre tela, Jocelino Soares apresenta obras que refletem a tradição e a cultura caipira do paulista interiorano, inspiradas nas paisagens, plantações e colheitas de tempos atrás em nossa região. A exposição percorreu diversos espaços do Estado e foi apresentada no Salão Nobre do Centro Cultural da Câmara dos Deputados em Brasília.

Sara Jane Noboa é gestora cultural e professora, pós-graduada em História pela Faculdade de Educação, Ciências e Artes Dom Bosco de Monte Aprazível. Desenvolve pesquisas, trabalhos e projetos na região do noroeste paulista.

► VISITA MONITORADA À EXPOSIÇÃO

► CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS “OS CAUSOS DO CAIPIRA
Gustavo Dalla Déa e Jocelino Soares

27 e 28/8 – quinta e sexta-feira – 14h
30 lugares por dia

Nos dois dias seguintes à abertura da exposição “Sentimento Caipira”, GustavoDalla Déa conduzirá dois grupos de visitantes em um percurso explicativo sobre as obras. Após a visita monitorada, os grupos serão brindados com uma sessão de histórias narradas por Jocelino Soares, que resgatam lembranças de sua infância na zona rural.

► PALESTRA: LINGUAGEM CAIPIRA NA LITERATURA

► LANÇAMENTO DO LIVRO “CLARA – UM ROMANCE CAIPIRA”
Palestrante e autor: Jocelino Soares

27/8 – quinta-feira – 19h
100 lugares

O palestrante abordará origens e desdobramentos da linguagem caipira na literatura, e conversará com o público sobre o assunto. Na ocasião, os participantes poderão prestigiar o lançamento do livro “Clara – Um Romance Caipira”: a obra traduz toda a sensibilidade do mundo caipira numa história de um amor proibido que ganha consequências inusitadas a cada página.

► ENCERRAMENTO: CONTAÇÃO DE CAUSOS COM JOCELINO SOARES

28/8 – sexta-feira – 19h
200 lugares

Jocelino Soares entremeia versos, causos e histórias da música caipira ao som da viola e das vozes de uma dupla sertaneja convidada, cujo repertório percorrerá dos primórdios da música de raiz até os dias atuais.

DANÇA

OFICINA: A DANÇA DE SALÃO COMO MANIFESTAÇÃO CULTURAL
Coordenação: Noslen Fontes

27/7 a 5/10 – segundas-feiras:
Turma A: 19h às 20h30;
Turma B: 20h30 às 22h
Público: interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: aula aberta no primeiro encontro
20 vagas por turma

A oficina abordará a história da dança social no mundo em suas implicações sociais e culturais, do surgimento da dança de salão na Europa à sua vinda para a América Latina. Serão apresentados e vivenciados ritmos brasileiros e de origem latina como maxixe, samba de gafieira, forró, salsa e merengue.

Noslen Fontes, coreógrafo e professor de dança, possui formação em ballet clássico e contemporâneo, em expressão corporal e dança de salão. Estudou com grandes nomes da dança de salão como Carlinhos de Jesus, Jaime Arôxa e Renato Motta.

FOTOGRAFIA

WORKSHOP: INTRODUÇÃO AOS TIPOS E APLICAÇÕES DAS CÂMERAS FOTOGRÁFICAS
Coordenação: Maurinho Saldanha

25/7 – sábado – 14h às 17h
Público: interessados a partir de 14 anos
Inscrições: 14 a 24/7
Seleção: primeiros inscritos
30 vagas

Este workshop demonstrará, as características técnicas de três tipos de equipamento: câmeras compactas, super zoom e DSLR. Os participantes testarão os recursos de cada um na captação de imagens durante a atividade.

Mauro Saldanha possui mais de 20 anos de atuação na área do audiovisual. Com formação inicial em Música Popular pela Unicamp, hoje é docente do Senac São Carlos na área de fotografia.

OFICINA: REGISTRANDO DETALHES ARQUITETÔNICOS DE SÃO CARLOS NO CIANÓTIPO
Coordenação: Oliver Mann

30/7 a 24/9 – quintas-feiras – 19h às 22h
Público: fotógrafos amadores e profissionais, designers, arquitetos e demais interessados
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: carta de interesse
20 vagas

Com enfoque no potencial arquitetônico da cidade de São Carlos, esta oficina fotográfica realizará visitas a marquises, praças, casarões, prédios públicos e museus. Os registros serão feitos com a técnica da cianotipia, um dos primeiros processos de impressão fotográfica em papel tratado com sais de ferro.

Pesquisador em artes visuais e poéticas fotográficas, Oliver Mann é professor dos cursos de Fotografia, Design e Jornalismo da Universidade Metodista de Piracicaba. É jornalista freelancer e recentemente, foi premiado na II Mostra de Artes do Instituto Educacional Piracicabano a IEP de Piracicaba. Entre suas exposições está “17 Cianotipias e 4 Viragens”, na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre.

OFICINA DE FOTOGRAFIA ESPORTIVA
Coordenação: Bê Caviquioli

4/8 a 22/9 – terças-feiras – 19h às 22h
Público: interessados a partir de 16 anos, com conhecimento prévio em fotografia
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: carta de interesse
20 vagas

Esta oficina tem o objetivo de apresentar diversos aspectos relativos ao registro esportivo, abordando desde assuntos técnicos – uso de lentes e flash, captação em situações adversas, programas de edição – até questões de ordem profissional, como mercado de trabalho, parceria com agências, direito de imagem e ética jornalística.

Repórter fotográfico profissional desde 2001, Bê Caviquioli trabalhou com freelancer para diversas agências e portais jornalísticos, como Agência Estado, Agência O Globo, Folhapress e Portal Terra, entre outros. Cobriu as últimas edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior e do Campeonato Paulista da primeira e da segunda divisão.

OFICINA DE PÓS-PRODUÇÃO EM LIGTHROOM
Coordenação: Juka D’Aquino

6/8 a 8/10 – quintas-feiras – 19h às 22h
Público: interessados a partir de 16 anos, com conhecimentos em Photoshop e que possuam notebook
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: entrevista (dia 30/7 – quinta-feira – 19h)
20 vagas

A atividade abordará os conceitos e funções do programa Adobe Lightroom: modos de visualização de arquivos, ajustes de cor, exportação, retoques, marca d’água etc. Com este software é possível o tratamento de imagens em lotes e arquivamentos futuros, além de ter total integração com o Photoshop para tratamentos de imagens complexas.

Fotógrafo e produtor de eventos, Juka D’Aquino é graduado em Publicidade e Propaganda pela Unimep e especializado em Marketing pela Unicep – Centro Universitário Central Paulista, instituição onde atualmente leciona nos cursos de Administração, Turismo e Publicidade e Propaganda.

MÚSICA

OFICINA DE MUSICALIZAÇÃO PARA EDUCADORES
Coordenação: Claudinho Mendonça

29/7 a 7/10 – quartas-feiras – 19h às 22h
Público: profissionais da área de educação e demais interessados no tema
Inscrições: 14 a 25/7 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: carta de interesse
30 vagas

A oficina tem por objetivo transmitir técnicas de musicalização para professores. Serão abordados: conteúdo histórico, social e contemporâneo da música, audição, propriedades do som, letramento digital, elementos de teoria musical, ritmo, melodia, harmonia e repertório.

Claudinho Mendonça é guitarrista e professor de música, com mais de 20 anos de experiência. Trabalha também como técnico de áudio para eventos e em estúdio de gravação.

RECITAL: A MÚSICA E O ROMANTISMO, UMA ABORDAGEM HISTÓRICA 
Academia Musical Arco Íris

20 e 21/8 – quinta e sexta-feira – 19h30
Classificação: livre
200 lugares

No primeiro dia deste recital será traçado um panorama do romantismo na música, das composições eruditas do século 19 até as canções atuais da MPB.
No segundo dia, o foco será dado a temas de desenhos e filmes cujas trilhas se tornaram inesquecíveis.

ATELIÊ E CONCERTO COM MACUNAIMING DUO
Macunaiming Duo (Fábio Godoi e Andrés Castellani)

24/08 – segunda-feira – 19h às 21h
Classificação: livre
200 lugares

Na primeira hora desta atividade, o Macunaiming Duo, formado por Fábio Godoi e Andrés Castellani, realiza um trabalho de sensibilização ao repertório contemporâneo para o público leigo, por meio de exemplos musicais executados ao vivo. Na segunda hora, os músicos, que estão em breve turnê pelo Brasil, apresentam um concerto com músicas de Astor Piazzolla e Heitor Villa-Lobos, entre outros compositores.

O saxofonista argentino Andrés Castellani e o pianista brasileiro Fábio Godoi vivem e trabalham na França. Ambos são mestres em performance pela Haute école des arts du Rhin, de Estrasburgo, cidade onde ensinam seus instrumentos. Após se encontrarem na Europa, eles formaram o Macunaiming, nome inspirado no “Macunaíma” de Mário de Andrade, com a proposta de trabalhar musicalmente a convergência entre o velho e o novo continente em um contexto pluricultural.

TEATRO

OFICINA DE INICIAÇÃO TEATRAL
Coordenação: Gaby Samyth

28/7 a 15/9 – terças-feiras – 14h às 17h
Público: crianças e adolescentes, entre 7 e 14 anos
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

A oficina promove a compreensão dos conceitos teatrais básicos e apresenta o processo de criação de um personagem, utilizando jogos de improviso para a elaboração de esquetes.

Gaby Samyth é atriz, contadora de histórias e arte-educadora, formada pelo Senac São Carlos e pelo Cefam de Pirassununga. Entre outras, participou das mostras cênicas XIX Semana Luís Antônio Martinez Corrêa, em Araraquara, e

5º Festival de Teatro de Descalvado. 

OFICINA DE TEATRO PARA ADOLESCENTES
Coordenação: Alexandre Rodrigues

29/7 a 30/9 – quartas-feiras – 14h30 às 17h30
Público: interessados entre 14 e 18 anos, sem experiência anterior
Inscrições: 14 a 27/7
Seleção: entrevista na primeira aula
20 vagas

A atividade tem o objetivo de proporcionar uma vivência prática em teatro que desperte o participante para as artes cênicas, como apreciador e como criador. Serão desenvolvidas técnicas de expressão corporal e vocal, de improvisação e interpretação, e transmitidas noções básicas de criação de personagens e de cenas.

Alexandre Rodrigues é professor de teatro, dramaturgo e diretor. Graduado em Pedagogia, tem especialização em Arte, Educação e Teatro. Lecionou artes cênicas na Escola 3 Atos, no Colégio Sapiens, na Escola Educativa e na Cultura Inglesa, além de disciplinas na graduação em Pedagogia e na pós-graduação em Arte, Cultura e Movimento da Unicep.

OFICINA DE PANTOMIMA: A ARTE DO TEATRO GESTUAL
Coordenação: Harold Escobar

30/7 a 24/9 – quintas-feiras – 19h às 22h
Público: interessados a partir de 16 anos
Inscrições: 14 a 27/7 (inscrições pelo site das Oficinas Culturais)
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A oficina visa explorar diferentes técnicas de interpretação gestual usadas na Pantomima, por meio de exercícios sistematizados pela escola de Marcel Marceau, o maior mímico do século 20.

O artista chileno Harold Escobar formou-se em seu país e na Espanha. Participou de diversas oficinas de teatro, criação de máscaras e manipulação de fantoches, ministradas por nomes respeitados como Mónica Martínez e Pedro Rodriguez. Em 2005 fundou na Espanha a companhia Noctambulos Del Mundo. Apresentou espetáculos na Espanha, Portugal, Grécia, Áustria, Egito e Brasil.

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA