Programa Mulheres de Peito realiza mamografias gratuitas

Escrito por em 05/07/2018

Programa Mulheres de Peito realiza mamografias gratuitas

São Carlos começa a receber nessa semana o Programa Mulheres de Peito, que irá realizar exames gratuitos de mamografia na Praça do Mercado Municipal, localizada no centro da cidade. A iniciativa, que visa incentivar mulheres a realizarem exames preventivos, ficará até o dia 21 de julho no município.

Os exames serão realizados de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h com distribuição de 50 senhas e aos sábados, das 9h às 12h, com distribuição de 25 senhas. Podem participar mulheres com idades entre 35 a 49 anos, com pedido do médico e mulheres acima de 50 anos mesmo sem encaminhamento. É necessário apresentar RG e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Quem não tem solicitação médica pode procurar a Unidade de Saúde e, mesmo sem consulta agendada, o pedido será feito pela enfermeira.

Mulheres de Peito

O Programa Mulheres de Peito foi criado na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, com o objetivo de conscientização destas mulheres sobre a importância da realização do exame, assim como a facilidade do acesso ao mesmo, por meio da dispensa do pedido médico, facilidade de agendamento e garantia do tratamento logo após a confirmação do diagnóstico.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que no mundo ocorram cerca de 1.050.000 casos de câncer de mama por ano, sendo o tipo de câncer que mais incide sobre a população feminina. Nas mulheres, é a causa mais frequente de mortes por câncer. A idade é o principal fator de risco, que aumenta a partir dos 35 anos em alguns grupos. As mulheres que têm entre 50 e 70 anos são as mais propensas, por isso as políticas de rastreamento, baseadas nas recomendações da OMS, são prioritariamente focadas nessa faixa etária.

Existe também a predisposição genética, que não é tão significativa, pois representa de 5% a 10% dos casos, mas que também serve como alerta. Os fatores que predispõem as mulheres ao câncer de mama são classificados entre os inevitáveis e os que podem ser evitados por meio da mudança ou incorporação de hábitos e comportamentos, possibilitando assim a intervenção direta dos programas de prevenção.

Confira mais informações no podcast da edição matinal de hoje do Rádio UFSCar Notícias.


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA