Exposição fotográfica mostra 3 cidades diferentes através da visão de crianças e adolescentes.

Escrito por em 28/06/2012

Para se entender melhor um lugar ou edifício, pode ser útil desenhá-lo, filmá-lo ou fotografá-lo, porque esses meios nos ajudam a prestar atenção em detalhes do que estamos observando. Na exposição Cenas Urbanas, nós, do projeto Territórios Híbridos, propomos a contemplação de imagens de cidades distantes entre si porque acreditamos que a fotografia pode ajudar a entender e expressar aspectos de realidades diversas.

Achamos que a fotografia pode nos ajudar a enxergar lugares da cidade que, com a pressa do dia-a-dia, muitas vezes nos passam despercebidos. Por exemplo, cidades do tamanho da nossa costumam ter certos lugares públicos, como teatros, mercados, praças, bibliotecas e escolas, pelos quais passam diariamente muitos de seus habitantes, repetindo um movimento que acontece em milhões de cidades ao redor do planeta, com uma infinidade de pessoas. Nessas cidades encontramos edifícios antigos e modernos, alguns deles conservados, outros não, alguns muito importantes para a história e cultura do lugar, outros menos. Acreditamos que ver fotografias de lugares da nossa cidade ao lado de lugares de outras cidades pode nos ajudar a entendê-los de outros pontos de vista.Foi por isso que convidamos crianças e adolescentes de escolas públicas de três estados do Brasil para fotografar esses espaços nas suas cidades – São Carlos,Uberaba e Rio Branco. Eles usaram a internet para se comunicar, postar suas fotos,comentar as fotos de seus colegas das outras cidades, e agora trazemos a público o resultado desse trabalho através de uma exposição ao ar livre, simultaneamente nessas três cidades.

O projeto Territórios Híbridos é desenvolvido pelo Nomads.usp – Núcleo de Estudos de Habitares Interativos, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Carlos – Coordenadoria de Artes e Cultura e Secretaria de Educação, a Secretaria de Estado de Educação e Esporte e a Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour do Acre, o Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Uberaba, e diversos outros parceiros, com financiamento da FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Inauguração da exposição dia 27 de junho, simultaneamente nas praças Coronel Salles (São Carlos), Manoel Barros (Uberaba), e Praça da Revolução (Rio Branco), com música, exibição de vídeos com depoimentos dos pequenos fotógrafos e de todas as fotos tiradas por eles, comentadas por arquitetos convidados.

Fonte: Boletim Aqui tem Cultura

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA