Choro das Três no SESC

Escrito por em 28/09/2016

O Choro das 3 é um grupo formado pelas irmãs Corina (flauta), Lia (violão de 7 cordas) e Elisa (bandolim, clarinete, banjo e piano), e o pai, Eduardo (pandeiro). O grupo se dedica a música instrumental brasileira, tendo como base o choro, gênero instrumental que surgiu no Brasil no séc. XIX. Já se apresentou em todo o Brasil e exterior, sendo considerado um dos principais e mais representativos grupos de choro do Brasil e do mundo.

Dia 2, domingo, às 16h.
Área de convivência externa. GRÁTIS. Livre

SESC São Carlos

Sobre o Choro das 3

O Choro das 3 é um grupo de música instrumental brasileira formado por três irmãs e o pai, que se dedica especialmente ao Choro.

A carreira do Choro das 3 se iniciou em 2002, quando o Consulado Americano contratou o grupo para uma apresentação em São Paulo. Desde então o grupo se apresenta no Brasil e exterior.

Em 2005, Choro das 3 tocou para Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que elogiou a musicalidade do grupo. Também já foram aclamados pelos Governadores do Estado de São Paulo José Serra e Geraldo Alckimin.

Em 2006, o Choro das 3 tocou para mais de 70,000 pessoas na Missa pela Paz no Estádio do Morumbi, em São Paulo. E ainda tocaram para mais de dois milhões de pessoas no Réveillon da Paulista, também em São Paulo.

Em 2008, a Som Livre laçou o primeiro cd do Choro das 3, “Meu Brasil Brasileiro”, que teve excelente aceitação da critica musical, como: “…uma das grandes surpresas da música instrumental brasileira,” (Yahoo News), “interpretações de extrema criatividade…um trabalho maravilhoso de preservação, e ao mesmo tempo de renovação e modernização do Choro…”(Toninho Spessoto, Blog Acordes), e ainda “sedutor…fiel a forma…muito brasileiro” (Tribuna da Imprensa). Neste mesmo ano apresentaram-se no palco instrumental da Virada Cultural; de acordo com a organização, o Choro das 3 teve o maior público do palco.

O Choro das 3 é frequentemente visto na televisão brasileira, em canais como Globo, Gazeta, SBT, Rede Vida, Multishow e Globo News, e conquistou fãs por todo o Brasil.

Em 2011, o Choro das 3 foi convidado para o festival internacional “Mandolines de Lunel” (Bandolins de Lunel), na França, no qual realizaram o seu principal concerto no teatro “G. Brassan Room”, com 600 assentos ocupados. Depois do concerto, o produtor do festival Olivier Chabrol disse: “Esta noite ouvimos verdadeiramente o Brasil”.

Em 2012, Choro das 3 lançou o seu segundo álbum, “Escorregando” e o seu próprio selo, Macolé. Novamente o grupo teve o trabalho reconhecido pela critica musical: “Choro das 3…representa a mais nova e a mais talentosa musica no panorama da música brasileira…” (Bom dia, 08/11/12), e, “um verdadeiro presente para os fãs de música instrumental…um feliz, eclético e inovador álbum.”(Jornal Ipanema, 22/11/12).

Foram realizados concertos de lançamento do cd “Escorregando” em São Paulo (SP), Sorocaba (SP) e João Pessoa (PB), com cobertura de Tvs, rádios, jornais e revistas. E, novamente a critica aplaude: “[…] interativo e vivo,” (Bom Dia, 08/12/12), “[…] graça, talento e uma séria pesquisa do Choro”, (PBAgora, 26/11/12).

Em 2013 lançaram “Boas Novas”, primeiro trabalho com obras inéditas do grupo. O cd ganhou turnê de lançamento nos EUA, e percorreu mais de 20 estados americanos com a apresentação de 30 concertos e workshops. Mike Marshall, bandolinista americano, diz que o Choro das 3 apresenta “[…]o Choro de mais alta qualidade que pode ser ouvindo em qualquer lugar do mundo hoje em dia […]”

As “jovens irmãs [que] tocam choro com bagagem de veteranas” (Folha de São Paulo – Nov. 2014) lançaram um novo álbum em 2014, “Boca de Goiaba”, que também ganhou turnê no Brasil e nos EUA. Novamente o grupo lança quatorze faixas inéditas, mostrando a riqueza e a vivacidade da música instrumental brasileira.

Neste mesmo ano é lançado o disco autoral de piano solo de Elisa Meyer, “Dias de Verão”. Mark Davis, maestro e concertista americano, disse que o disco o faz pensar em “Chopin a brasileira” e que Elisa “exala musicalidade por cada poro de seu corpo”.

Em 2015 foi a vez de Pé de Choro (Choro Tree, em inglês), que traz mais quatorze faixas inéditas levar o “[…] som sedutor do Brasil” (The Comercial Appeal, Jul. 2015) para os EUA com grande sucesso. “Esta coesa, descontraída e divertida família musical não é uma peça de museu, já que ela não está apenas resgatando clássicos e choros menos conhecidos, mas estão compondo.” (Brazilophiles, Ago. 2015).

Atualmente, om turnê nos Estados Unidos, o Choro das 3 apresenta cerca de 50 concertos, leciona em Universidades e Conservatórios, durante cinco meses, apresentando seu novo trabalho, Impressões.

Outros músicos sobre o Choro das 3

Marilyn Mair, Professora de Música na Roger Williams Universty, diz: “ O grupo Choro das 3 é um exemplo verdadeiramente extraordinário do Choro tradicional, e os 4 instrumentistas são virtuoses nos seus instrumentos […]. Suas gravações e conhecimento os colocaram como importantes divulgadores mundiais deste gênero.

Renomado mundialmente, o bandolinista americano Mike Marshall diz que o Choro das 3 toca: “[…] algumas das mais inspiradas e inspiradoras músicas[…] o mais alto nível musical e de apresentação[…] a mais alta qualidade do Choro brasileiro, gênero que pode ser ouvido em qualquer lugar hoje em dia.

O guitarrista de Jazz e engenheiro de som americano George Petit, diz: “Eu fiquei chocado e maravilhado ao ouvi-los; Eles estavam muito além de suas idades […] eles aprimoraram a sua música a perfeição. E além disso, os músicos do grupo são profissionais generosos e respeitosos, que exemplificam o que é “bom” sobre a arte, cultura e música […]”

Fernando Brandão, Professor da Berklee College of Music, diz: “[…] O complexo e vasto repertório e a improvisação natural deste estilo exige músicos com habilidades específicas num grupo para oferecer ao solista um contexto próprio e uma performance de sucesso. O Choro das 3 tem demonstrado consistentemente possuir essas habilidades, conhecimento e arte, nos mais altos níveis, tanto ao vivo como em gravações[…]”

Discografia:

2008 – Meu Brasil Brasileiro – Som Livre

2012 – Escorregando – Macolé

2013 – Boas Novas – Macolé

2014 – Dias de Verão (composições autorais para piano solo por Elisa) – Macolé

2014 – Boca de Goiaba – Macolé

2015 – Pé de Choro – Macolé

2016 – Impressões – Macolé

Website oficial:
http://www.chorodas3.com.br

Links:
Facebook – http://www.facebook.com/chorodas3

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA