CAASO promove 1ª Mostra de Cinema Russo

Escrito por em 13/08/2015

O CAASO, Centro Acadêmico Armando de Salles Oliveira, apresenta, pela primeira vez, uma Mostra de Cinema Russo, em conjunto com o CPC Umes. Serão exibidos filmes do MOSFILM, um grande estúdio de cinema na União Soviética, um dos mais antigos da Europa. Protagonista dos maiores filmes dessa época têm em seu repertório filmes de Eisenstein, Tarkovski e Akira Kurosawa.

Os filmes que foram escolhidos abordam grandes temas como Revolução, Segunda Guerra, Pós Guerra e Queda. Todas as sessões serão exibidas às 19h e gratuitas.

1623632
14|08 – 19h – “Lenin em Outubro” / 1937. Direção: Mikhail ROMM

Abertura – Auditório da Prefeitura Municipal – Rua Episcopal, 1.575; Centro.

Neste clássico de Mikhail Romm, estamos em 1917. A Frota do Báltico e unidades do Exército estão sublevadas contra o governo Kerenski, unindo as vozes às dos operários e camponeses que exigem paz: a saída da Rússia da guerra mundial. Lenin chega a Petrogrado num trem vindo da Finlândia e na reunião do Comitê Central, de 10 de outubro, derrota as resistências de Zinoviev, Kamenev e Trotsky para deflagrar a insurreição. Paralelamente, as forças contrar revolucionárias organizam uma caçada para matar o líder dos bolcheviques. Os acontecimentos se precipitam em ritmo veloz até o momento final: sob as bandeiras de “Pão, Paz e Terra!” e “Todo Poder aos Sovietes!”, a Revolução de Outubro triunfa.

ALEKSANDROV
19|08 – 19h – “Circus” / 1936. Direção: Grigori Aleksandrov

Auditório do CDCC – Rua 9 de Julho, 1227; Centro

Enquanto a Grande Depressão arrasava a economia dos EUA, os planos quinquenais produziam um intenso desenvolvimento na União Soviética. É lá que acaba indo parar uma artista de circo americana ao fugir de uma multidão enfurecida com o fato dela ter dado à luz um bebê negro.

P4-foto-B 20|08 – 19h – “O Fascismo de Todos os Dias” / 1965. Direção: Mikhail Romm

Auditório Jorge Carón USP – Av Trabalhador Sancarlense, 400; Parque Arnold Schmidt

Intercalando imagens do presente (1965) e material capturado do arquivo do Ministério de Propaganda do III Reich, da coleção pessoal de Hitler e fotografias apreendidas de soldados alemães da SS, Mikhail Romm, diretor e também narrador do filme, desenvolve uma aguda reflexão sobre a natureza do fascismo, enquanto reconstrói a trajetória de sua ascensão e queda. “O Fascismo de Todos os Dias” é de longe o mais profundo, criativo e impactante documentário realizado sobre o tema.

82-thickbox_default
21|08 – 19h – “O Retorno de Vassily Bortnikov” / 1953. Direção: Vsevolod Pudovkin 

Auditório Jorge Carón USP – Av Trabalhador Sancarlense, 400; Parque Arnold Schmidt

Dado como desaparecido na guerra, Vassily Bortnikov regressa ao lar e encontra a mulher casada com outro. Comunista abnegado e voluntarioso, ele enfrenta a situação, em seguida assume a liderança da reconstrução do kholkóz, mergulha de cabeça na batalha pelo aumento da produção, mas com o passar do tempo vai se dando conta de que suas soluções para os problemas não estão funcionando bem. Os novos tempos exigem dele algo mais.

Acompanhe pelo evento no Facebook.

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA