Tono – Tono

Escrito por em 21/03/2011

Tono_capa-300x300Lançado em um mês em que sobram festas, compromissos e tempo fora da Internet, o segundo álbum de Rafael Rocha (bateria e voz), Bem Gil (guitarra), Bruno Di Lullo (baixo), Ana Cláudia (voz e metalofone) e Leandro Floresta (flauta e sintetizador) não teve a repercussão que deveria ou merecia.

Esse quinteto carioca forma Tono, uma das promissoras novidades da tão incerta e fugidia MPB. Eles funcionam como uma ponte entre a New Wave, o Pop e um pouco de Dub. Até aí novidade nenhuma, o que marca o som é, na verdade, o monte de poesia, os timbres diferenciados de uma guitarra tangendo o samba, a voz-instrumental e a psicodelia cheia de eco.

Em meio a tanta criatividade, Tono parece por vezes confuso, mas mesmo com tanto experimentalismo, o som atinge um patamar harmonioso, graças ao entrosamento da banda. Afinal, é exatamente nesse experimentalismo em que se baseia, deixando a liberdade musical tomar conta e cumprir todo o desejo do grupo.

O segundo disco intitulado Tono, num lançamento nacional pela Oi Música, tem muito mais força e qualidade que o trabalho de estreia. Na primeira sequência de músicas, somos atingidos por uma leve corrente de Bossa, pelo eco do Dub, o balanço do carnaval e do samba e a seriedade de surpresas como “Corte no Pé”, um rock seguro e um pouco sombrio.

Os vocais precisam também de valorização, a começar pela voz doce e sorrateira de Ana Cláudia que conduz a primeira faixa, “Não Consigo”, e depois a combinação dos timbres masculinos como em “Me Sara” que é supostamente a melhor música do álbum, trazendo uma bateria excelente e destilando três minutos de New Wave tropicalista.

Ainda temos as ótimas “Sem Falsas Esperanças” e “Aquele Cara”, entre elas “So In”, a única canção em Inglês, que se contenta em ser somente uma nova bossa.

O álbum, que conta com as participações de Bárbara Ohana, Domenico Lancelotti, Bernardo Palmeira e Alberto Continentino em composições e performances, reafirma a Tono como uma boa promessa para a MPB e traz a vibração e o frescor de uma juventude multifuncional, cheia de criatividade e inovação.

Sara Antonelli
Estagiária em Programação Musical
Rádio UFSCar

A seguir, a lista da músicas que você ouve de segunda à sexta-feira, às 10h00 na Rádio UFSCar:

Segunda-feira
Não Consigo
Me Sara
Sem Falsas Esperanças

Terça-feira
Corte No Pé
So In

Quarta-feira
Aquele Cara
Ele Me Lê

Quinta-feira
Mariposa
Da Terra Pro Sol

Sexta-feira
Distante Demais
Samba Do BlackBerry
Nega Musica

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA