Meno Del Picchia – Macaco sem Pelo

Escrito por em 10/03/2014

Já estamos em março, porém esse é o nosso primeiro disco da  semana  de 2014.  Como o prolífico cenário musical independente já conta com muito lançamentos dignos de destaque neste espaço, se tornou até difícil escolher qual deveria ser o projeto de inauguração desse novo ciclo de resenhas semanais da Rádio UFSCar.

Para não deixar nada para trás, eu escolhi começar com um disco que saiu em novembro de 2013 e, na época, passou batido em meio a muitos outros lançamentos. Foi só nas férias no final de ano que um título despertou a minha atenção. Decidi baixar o álbum no formato virtual, disponibilizado pelo autor  para o download.

Macaco sem Pelo é o título, o compositor e músico responde por Meno Del Picchia, ele talvez não seja muito conhecido para quem não acompanha o panorama independente paulistano, mas  já colaborou  com  muitos  artistas  conhecidos  como  Tatá  Aeroplano,  Kiko Dinucci,  Rodrigo Campos, André Abujamra, Bárbara Eugênia, Peri Pane, com o qual se apresentou aqui na cidade de São Carlos, durante o 7º Festival Contato, entre outros.

meno del picchia

Meno, além de compositor e baixista, é mestre em antropologia social. O disco foi produzido no mesmo  período  no  qual ele  estava escrevendo  a  dissertação intitulada  “Por  que  eles  ainda  gravam? Discos  e  artistas  em  ação”,  acompanhando  o  trabalho  de produção  dos seus  colegas  e  amigos músicos que também colaboraram neste seu trabalho autoral. Sem dúvida, esse processo influenciou bastante este seu segundo disco.

Macaco sem Pelo é uma abordagem básica daquela que poderia ser definida de antropologia social pragmática, que vai direito ao ponto, sem meio termos, “Somos todos um bando de macacos sem pelos/ Só que a gente caga no banheiro” é a afirmação com a qual abre a faixa título, um lembrete para quem esqueceu quem somos e de onde viemos. Quando o assunto são as relações, tudo pode ser resumido  num simples  refrão  “Que  estrutura  mais  perfeita/Quando  um  procura  e  o  outro aceita”.  Pode  se  dizer  que  nas maiorias  das  composições, Meno enfatiza  que  sermos humanos  não significa muito,  embora  o intelecto  e  a razão  nos  diferencie dos  animais, somos  o resultado de uma aparente evolução que, às vezes, infelizmente ou felizmente, não nos melhora, já que continuamos escravos dos nossos instintos ancestrais mais naturais.

Além  desse  lado  mais  conceitual,  em  Macaco  sem  Pelo  encontramos  letras  mais  focadas  no cotidiano  urbano,  cheio  de situações  que  acontecem  ao nosso redor,  mas  que  passam despercebidas ou nos tocam de perto como na faixa “ Alergia”.

As letras líricas, vem  acompanhadas por uma estética sonora que está se tornando quase uma marca dos últimos discos produzidos na capital. Predomina a liberdade estilística que foge às regras  pre­existentes  ou  clichês, explorando  novos  territórios  sonoros  sem deixar  de  criar improváveis melodias e refrões que grudam nos ouvidos e que podemos chamar de pop, no melhor sentido do termo.

A nova  geração  de músicos da MPB (que nesse  caso,  como li  em algum lugar na internet, pode ser interpretado como o acrônimo de Música Popular Bacana), está amadurecendo e tomando forma, depois de  mais de uma década  de  muita dedicação e experimentações, tendo como referências a rica cultura de um país de proporção continental e também as  produções  estrangeiras que a  era  digital  nos trouxe numa  quantidade incalculável de influências globais.

Cuidado, o uso prolongado pode ser viciante!

Paz!

Mauro Lussi

Coordenador da programação musical e DJ da Rádio UFSCar

 

A seguir, a lista de músicas que você escuta de segunda a sexta às 9h45, na Rádio UFSCar.

segunda-­feira

1.  Acasalamento

2.  Vasectomia

terça-­feira

3.  Passou Da Minha Porta

4.  Vou Pro Pará

quarta-­feira

5.  Tapioca Samba

6.  Não Tem Regra

quinta-­feira

7.  Alergia

8.  Seleta

sexta-­feira

9.  Macacos sem Pelo

10.  Tropa No Ota

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA