Maciel Salú – Mundo

Escrito por em 28/02/2011

capaRabeca é, juntamente com a viola, um instrumento tradicional dos cantores nordestinos. Suas quatro cordas de tripa são afinadas, por quintas, em sol-ré-lá-mi. Seu timbre baixo dá um som fanhoso e sentido como tristonho. Maciel Salú, em seu último álbum lançado, “Mundo”, traz uma belíssima combinação da rabeca rouca com os quentes ritmos pernambucanos e latinos e a alegria de influências mundiais.

Maciel Salú é nome reconhecido, em treze anos, à frente de grandes grupos como Chão e Chinelo, DJ Dolores, Orquestra Santa Massa e Orquestra Contemporânea de Olinda. A longa trajetória por palcos de vários países e o contato com a cultura latina, europeia e norte-americana permitiram a ele traçar um caminho musical onde essas referências puderam ser somadas ao conhecimento que adquiriu durante a sua infância e juventude passadas junto dos mestres da cultura popular de Pernambuco. E, a partir dessa soma, é que Maciel constrói seu terceiro disco solo.

Com 12 faixas bem diferenciadas, “Mundo” é a reunião de ritmos pernambucanos de origem, como o frevo, o coco e o maracatu, com grooves latinos, merengues e afrobeats.

O disco teve a participação especial do paraibano Chico César, na faixa “Rabeca no Merengue”, que faz referências aos mestres da cultura popular de Pernambuco, entre eles o Mestre Salustiano e os rabequeiros Luiz Paixão e Pitunga. O vocalista da Nação Zumbi, Jorge du Peixe, também participa do trabalho, o artista uniu seu timbre forte à voz marcante de Maciel na faixa “Tambaú”. A música que tem uma levada pop combina suas empolgantes batidas de afrobeat, dando muito swing ao som.

O álbum contou também com o aval de um dos mais conceituados músicos da América Latina, Benjamim Taubikn. Curador do Mercado Cultural da Bahia e membro do Fórum Europeu de Músicas do Mundo, o instrumentista, arranjador, compositor e produtor assina a apresentação do novo disco do herdeiro da família Salú. Nas letras, Benjamim traça o elo entre a cultura da Zona da Mata Pernambucana e as culturas do mundo, na construção da identidade musical de Maciel Salú. Identidade que ele deixa mais que clara, através dessa roupagem contemporânea do novo disco, construída a partir de seu andar pelo mundo.

Sara Antonelli
Estagiária em Programação Musical
Rádio UFSCar

A seguir, a lista da músicas que você ouve de segunda à sexta-feira, às 10h00 na Rádio UFSCar:

Segunda
1.Minha Vida é o Mundo
2.Damiana
3.Rabeca no Merengue

Terça
4.Casa Amarela
5.O Farol de Olinda

Quarta
6.Cautelosa
7.Tambaú

Quinta
8.Minha Alagoana
9.Nasci em Olinda

Sexta
10.Pião e Carrapeta
11.Casa da Rabeca
12.Galo do Povo

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA