Gunnar Vargas – Circo Incandescente

Escrito por em 27/06/2011

Diretamente de São Paulo, surge um novo destaque da MPB, trata-se de Gunnar Vargas que, em uma época farta deste gênero, lança seu primeiro disco solo, intitulado “Circo Incandescente”.

Com a produção de Luiz Waak, também responsável pelas guitarras e arranjos, e do próprio Gunnar, o albúm conta ainda com a coprodução de Daniel Krotoszynski e a participação dos músicos Amílcar Rodrigues no trompete, Reinaldo Chulapa no baixo, Marco da Costa na bateria, Fernando Moura no piano e órgão, Hugo Hori e Leonardo Muniz Corrêa no sax, Ricardo Garcia nas congas e Antônio Bombarda no acordeon. Vale destacar as presenças de Bocato no trombone, e das intérpretes Márcia Castro e Paula da Paz.

Ao ouvirmos o disco, logo percebemos a cadência e malemolência do samba, influências marcantes na vida do compositor; “Circo Incandescente” em sua maioria é composto por músicas pertencentes a este mesmo gênero musical. Gunnar quis com isso trazer de volta ao cenário nacional as canções crônicas, muito bem trabalhadas por Adoniran Barbosa, Noel Rosa, Chico Buarque, dentre outros.
A temática do disco são as histórias de um casal e suas experiências desde o início da relação, as dificuldades e brigas pelas quais passam e chegam ao término deste relacionamento, além de um reencontro futuro entre as personagens que, ao conservarem o anonimato,dão indícios da universalidade deste tema.

As músicas em destaque são “Vestido Preto”, que é um samba disfarçado com a cara da nova MPB, com base harmônica variante, alternando com diferentes instrumentos, além dos interessantes jogos de stéreo com o backvocal; “Samba no Xadrez” canta o conflito do casal pela falta de dinheiro e as linhas de metais são envolventes além da melodia crescente e hipnotizante; já “Mais um Samba” retrata a reação do homem ao enfrentar o término do relacionamento, é um samba canção com linguagem jazzística, tendo em vista a linha de improviso do trompete; e por fim em “Promessa de Paz” a sutileza da composição misturada à voz doce da cantora, exprime perfeitamente a dor e a tristeza da personagem feminina.

“Circo incandescente” é um disco para ser apreciado com calma e sem exageros.

João Victor Gonçalves Coura
Estagiário em Programação musical
Rádio UFSCar

A seguir a lista das músicas que você ouve de segunda a sexta-feira,às 10h00 na Rádio UFSCar:

Segunda-feira
1 – Circo Incandescente (Gunnar Vargas)
2 – Vestido Preto (Gunnar Vargas)

Terça-feira
3 – Osso Duro (Gunnar Vargas)
4 – Assim não Assunção (Gunnar Vargas)

Quarta-feira
5 – Samba no Xadrez (Gunnar Vargas)
6 – Vai em Paz (Gunnar Vargas)
7 – Mulher (Gunnar Vargas)

Quinta-feira
8 – Vai me Procurar (Gunnar Vargas / Huguêra)
9 – Promessa de Paz (Gunnar Vargas / Huguêra / Léo Viana)

Sexta-feira
10 – O Encontro de Antigos Amantes (Gunnar Vargas)
11 – Chove (Gunnar Vargas)
12 – Mais um Samba (Gunnar Vargas)


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA