Black Drawing Chalks – No Dust Stuck On You

Escrito por em 15/10/2012

Uma coisa que sempre me incomodou no Black Drawing Chalks foi a insistência deles em tocar sempre a mesma música. Não me entendam mal, o primeiro disco dos caras, Big Deal, era ótimo, dava orgulho de ver um stoner rock de qualidade tocado no Brasil, mas o álbum cansava, antes mesmo de chegar ao fim, porque toda música era meio que parecida.

Com o aclamado Life Is a Big Holiday For Us, as coisas começaram a mudar, a faixa de abertura e mega hit, “My Favorite Way”, era fresca e apontava um futuro promissor para a banda, prometendo a mescla de influências diversas ao estilo já característico do grupo, mas o resto do álbum não acompanhava: as músicas eram muito boas, mas ainda pareciam releituras umas das outras.

Talvez o sucesso de “My Favorite Way” tenha feito algo com os caras. Foi colocado pelo grupo que “é melhor ver as meninas dançando do que os marmanjos batendo cabeça”. Com No Dust Stuck On You, o aguardado novo trabalho da banda, eles finalmente perceberam isso e conseguiram fazer o álbum definitivo para se “beber e transar” (que é, de acordo com o site do grupo, o objetivo principal do Black Drawing Chalks).

Logo de cara temos “Famous”, uma música padrão do grupo e …na sequência vem a sexy “Cut Myself In Two” e a dançante “Street Rider”, duas faixas bem distintas que se destacam na discografia da banda. Depois desse mergulho no território das baladas, “Walking By” chega para mostrar que os Chalks ainda sabem fazer música pesada – aliás, “Walking By” é, facilmente, uma das faixas mais pesadas que o grupo escreveu, soa como um “Led Zeppelin em esteroides”. “No Anchor” mistura um pouco do peso e do fator dançante das últimas músicas, e serve como exemplo do quanto a entrada de Edimar Filho foi definitiva para que a banda achasse seu som: sua guitarra é incrivelmente versátil e seus backing vocals realmente adicionam à música. Dá até para fazer um paralelo do que esse cara representa para o Black Drawing Chalks e o que o John Frusciante representa para o Red Hot Chili Peppers.

Entrando no estilo mais “alternativo” da banda, que nunca teve muita chance de aparecer antes, Disco Ghosts só comprova que o caras são um grupo que funciona melhor fora de sua zona de conforto. Os fãs notarão que “Simmer Down” é o mais próximo do antigo Chalks. Agora, o grande destaque do álbum é a faixa “Swallow”, com uma cozinha ritmica destruidora (como sempre), a música soa como uma mistura de Queens Of The Stone Age e Incubus, em suas melhores formas, despejando riffs sujos e hipnóticos em qualquer um que estivesse torcendo a cara para a nova sonoridade da banda.

A ampliação de influências absorvidas pelo grupo mais que justifica sua longa duração do disco. Afinal, são 15 músicas que passam por tudo o que os Chalks já experimentaram, além de abordar estilos que nunca haviam aparecido anteriormente. Entretanto, uma hora ainda é muito. Chegando ao final do albúm, as coisas começam a ficar arrastadas e as músicas pesadas começam a cansar. Por sorte, “Little Crazy” vem  para proporcionar uma respirada e preparar o caminho para “The Stalker” e seu riff intoxicante. A surpreendente “Deni’s Dream”, com seu um minuto e meio, dá novo fôlego ao som, justo quando se pensava não haver mais nada a  oferecer.

Por fim, “Cheat Love And Lies” é a saideira e está ali para atestar que, no final das contas, o Black Drawing Chalks ainda é só uma banda de rock. Uma puta banda de rock. No Dusk Stuck On You é, sem dúvida, o trabalho mais diversificado deles. O grupo finalmente consegue sair da mesmice e responder às expectativas que foram depositadas em seus ombros.
Com esse novo trabalho, o Black Drawing Chalks encontrou um jeito de abordar suas diferentes influências sem perder o som característico que os define.

Henrique Gentil
Bolsista de Programação Musical na Rádio UFSCar

A seguir, a lista de músicas que você ouve de segunda a sexta às 9h45, na Rádio UFSCar:

segunda-feira
1. Famous
2. Cut Myself In Two
3. Street Rider
terça-feira
4. Walking By
5. No Anchor
6. Disco Ghosts
quarta-feira
7. I’ve Got Your Flavor
8. Simmer Down
9. Swallow
quinta-feira
10. Imatture Toy
11. Black Lines
12. Little Crazy
sexta-feira
13. The Stalker
14. Deni’s Dream
15. Cheat Love And Lies

Revisão: Sheila Castro

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA