Banda Uó – Motel

Escrito por em 08/10/2012

Boom! Depois de estourarem no youtube com o single “Shake de Amor”, que nada mais é que uma releitura brega e bem humorada do sucesso pop “Whip My Hair”, da artista mirim Willow Smith, e ainda lançarem um EP – aclamado pela crítca e pelo público – intitulado “Me Emoldurei de Presente Pra te Dar”, a Banda Uó, composta por Matheus Carrilho, Davi Sabbag e Candy Mel, lança seu primeiro álbum, o tão aguardado, Motel.

Misturando ritmos brasileiros que vão do axé ao sertanejo, com doses cavalares de bom humor e apelo sexual, o disco Motel, do trio goiano, se apresenta como uma resposta aos descrentes de que conseguiriam compor músicas próprias e obter o mesmo sucesso que haviam tido com as releituras musicais que os inseriram no mercado, tal como a já citada “Shake de Amor”, “Rosa” (releitura de Last Nite, dos Strokes) e “O Gosto Amargo do perfume” (Something Good Can Work, Two Door Cinema Club). Motel vem, quase em sua totalidade, com músicas originais (“Shake de Amor” é a faixa bônus), o que só reforça a criatividade do trio.

É comum ouvir que a Banda Uó é um grupo de tecnobrega, essa definição é, de alguma forma, pejorativa. Eu não discordo da parte tecno, mas há de se acrescentar que não é só isso. O trio é altamente influenciado por referências eletrônicas de eletroswing e, como seria de imaginar, de música popular brasileira, ou melhor, “música do povão”, no melhor sentido da expressão. A faixa “Malandro”, por exemplo, é uma das mais ousadas do disco, altamente dançante e bem humorada,  pode causar até certo estranhamento por ser tão explosiva e se faz necessária para a compreensão do disco como um todo. Se a faixa não estivesse ali, não seria tão interessante ouvir o álbum.

 Falando em faixas, o grande destaque é a primeira música do disco, “Faz Uó”, lançada antes junto de um tutorial de como se dançar a música, foi uma espécie de aviso aos fãs “tem coisa nova vindo por aí “. É interessante que nessa faixa  há algo que se repetirá mais uma ou duas vezes em faixas distintas: a brincadeira no vocal. Sabbag e Carilho brincam com estereótipos, como o vocal num falsete extremo, característico do metal que é usado no meio da faixa, chamando a atenção e esboçando sorrisos no rosto do público.

Bandas que usam e abusam do humor tendem a perder a graça, como tudo na vida. Mas, por enquanto, as gargalhadas que o trio uó pode arrancar, à medida que faz seus fãs dançarem, estão bem atuais. Se eu fosse você, ao contrário do ditado, não seria o último a rir.

Diego Paulino
Estagiário em Programação musical na Rádio UFSCar

A seguir, a lista de músicas que você ouve de segunda a sexta , às 9h45, na Rádio UFSCar:

segunda-feira
01 Faz Uó
02 Buzios Do Coração
03 Castelo De Areias
terça-feira
04 Vânia
05 Gringo
06 Cowboy
quarta-feira
07 Malandro
08 Nega Samurai (ft. Preta Gil)
quinta-feira
09 I ♥ Cafuçú
10 Cavalo De Fogo
sexta-feira
11 Show Da Rita
12 Chorei
13 Shake De Amor (Whip My Hair)

Revisão: Sheila Castro

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA