Andreia Dias – Pelos trópicos

Escrito por em 25/02/2013

São Paulo é uma cidade cheia de oportunidades, músicos e artistas de todos o cantos do Brasil.  Eles chegam com a esperança de conquistar um espaço no rico cenário musical nacional, e por isso, se torna uma cidade com um alto nível de competitividade, a qual muitas vezes é necessário se afastar para oxigenar a criatividade enfraquecida na corrida para conquistar um pouco de visibilidade.

Foi esta necessidade de  novos ares que impulsionou a paulistana Andreia Dias, cansada da metrópole, a encarar estradas menos batidas em busca de inspirações para o seu terceiro álbum, Pelos trópicos. Nesta viagem de um ano e meio, Andreia escolheu 10 cidades nas quais ela gravaria as músicas para o seu novo disco, feito em parceria com os artistas locais que encontraria ao longo do caminho.

Primeira etapa, a capital carioca, hóspede da amiga Thalma de Freitas, ela concretizou a primeira parceria com a banda Do Amor que resultou na marchinha carnavalesca “Xuxu Beleza” e “Corpo e mente” com a participação da bela voz de Thalma.

Depois do Rio vieram, não necessariamente na sequência, João Pessoa, São Luís, Belém, Recife,  Fortaleza,  Maceió,  Aracaju,  Natal e Salvador aonde se encontrou com nomes de destaque do panorama independente contemporâneo como: Cabruêra, Felipe Cordeiro, Zé Cafofinho, The Baggios, Baiana System, Criolina, Vitoriano, Banda Eek, Léo Chermont e Arthur Kunz, cada um  trazendo um pouco das suas raízes  e as peculiaridades do território local.

Em Belém, Andreia se deixou contaminar pelo treme tecnobrega e pela guitarrada que encontramos nas composições “Feliz e mareado” e “Beijin na nuca”. Em Natal, a dupla  Thalma&Gadelha participou da composição “Terra do nunca” encorporando uma sonoridade mais rock ao trabalho dela.

Na música que abre o disco “Vai e volta”, com os “cabras” do Cabruêra,  Andreia descobre aquele Brasil oculto que mistura reggae com sonoridades regionais.

Cada música do álbum é um retrato do multifacetado território tropical, mas é também um exemplo de como tem mudado o cenário musical brasileiro nos últimos quinze anos, um Brasil que rompe as barreiras geográficas e estereótipos culturais e nos mostra como é bom o rock tocado em Natal ou o blues de Maceió. Pelos Trópicos é um compêndio do pop contemporâneo ágil e espontâneo,assim como a  escolha de partir para uma jornada na qual nada foi planejado e tudo poderia acontecer, e aconteceu da melhor forma.

Paz!!!

Mauro Lussi
Coordenador musical e DJ da Rádio UFSCar

A  lista das músicas que você confere durante a semana, às 9h:45, na Rádio UFSCar:

segunda-feira
1- Vai e volta
João Pessoa-PB Cabruêra/Andreia Dias
2- Brisa Tropicana (Hot)
São Luis-MA Criolina /Andreia Dias
3- Beijin na nuca
Belém-PA Felipe Cordeiro /Andreia Dias
terça-feira
4- Luva pele
Recife-PE Zé Cafofinho/Andreia Dias
5- Bandoleiro
Fortaleza-CE Vitoriano/Andreia Dias
quarta-feira
6- Vida bela
Maceió-AL Banda Eek/Andreia Dias
7- Corpo e mente
Rio de Janeiro-RJ Thalma de Freitas/Andreia Dias
8- Feliz e mareado
Belém-PA Andreia Dias/Léo Chermont/Arthur Kunz
quinta-feira
9- Xuxu Beleza
Rio de Janeiro-RJ Do amor/Andreia Dias
10- Aquilo
Aracaju-SE The Baggios/Andreia Dias
sexta-feira
11- Terra do nunca
Natal-RN Thalma&Gadelha/Andreia Dias
12- Pelos trópicos
Salvador-BA Baiana System/Andreia Dias

Revisão: Sheila Castro

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA