Alessandra Leão – Dois Cordões

Escrito por em 06/01/2010

alAlessandra Leão já está no cenário musical há um bom tempo. Uma das fundadoras do grupo pernambucano Comadre Fulozinha, há 13 anos, ela lançou seu primeiro disco em carreira solo em 2006, chamado Brinquedo de Tambor. Cantora, compositora e percussionista, Alessandra compõe grande parte das faixas do disco, além de assinar a coprodução. A produção e os arranjos musicais ficam por conta de seu companheiro, Caçapa, com o qual também divide a autoria de algumas das canções do lançamento do novo álbum, intitulado Dois Cordões.

O disco trabalha os ritmos musicais próprios do nordeste brasileiro, como o coco de roda de Pernambuco e o samba de roda baiano, entretanto trazendo à luz uma fresca e arrojada modernidade ligada a toda essa raiz. Trabalhando com guitarras de 6, 7 e até 12 cordas, além da óbvia base percussiva, seu vocal cru se mistura com a cama polifônica criada pelos instrumentos harmônicos dos arranjos de forma a sentirmos tal sensação de novidade e elegância na audição de Dois Cordões.

Dentre os momentos mais altos do disco estão Bom Dia, Atirei (com participação de Jorge Du Peixe) – já na programação musical da Rádio UFSCar – e Fogo. Bom Dia é uma linda canção de amor cotidiana; Atirei traz o toque de maracatu apropriado pela Nação Zumbi; e Fogo, por fim, conta com a parceria da colombiana Victoria Sur e da argentina Florencia Bernales (que assina a versão em espanhol), o que realça seu teor rítmo latino-americano.

No final, essa mistura de crueza e sofisticação harmônica nos remete a uma certa simbiose tão comum na cultura brasileira – a do sagrado com o profano. Neste caso, essa dualidade acabou resultando numa divina humanidade. Acho que é o máximo que nós podemos atingir.

Yasmin Muller
Estagiára de Programação Musical e Locução da Rádio UFSCar

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA