Pipo Pegoraro – Mergulhar Mergulhei

Escrito por em 22/09/2014

Está explícito no título depois do disco de apresentação de 2008, Intro, e a revelação Taxi Imã,de 2011, que Pipo precisava explorar novos elementos, mergulhar em profundidade, em mares desconhecidos ou se adentrar em terra firme seguindo trilhas complexas,para que a sua música pudesse evoluir naturalmente.

Logo na faixa que abre o disco Aiye, novas estruturas aparentemente complexas são desveladas, uma atmosfera cinemática marcada por um ritmo que, com uma atitude jazz, introduz ao pouco os sopros, as cordas magistralmente regidas e arranjadas por Marcelo Cabral, e o peculiar timbre do órgão Hammond acompanhado pelo coro, num crescendo elegantemente orquestrado.

Essa primeira faixa antecipa que Mergulhar Mergulhei marca uma mudança de rumo na trajetória desenhada pelos dois discos antecedentes. Encontramos sim as matrizes rítmicas africanas, as geniais melodias simples e cativantes dos clássicos da MPB, mas a sonoridade é mais encorpada, os timbres são fruto de um trabalho de pesquisa meticuloso, e os arranjos equilibrados são criados em equipe com a participação de todos os músicos convidados.

Mergulhar Mergulhei é um disco orgânico, cada instrumento carrega um identidade bem definida e desenha camadas sutis que são reveladas aos poucosnum jogo de transparências e sombras. Nesse aspecto aparecem as referênciasàs músicas minimalista, na qual poucas notas repetidas criam tapetes sonoros que se sobrepõem, construindo assim uma trama hipnótica cheia de detalhes que podem passar despercebidos num primeiro momento.

Para chegar nesse resultado, Pipo escolheu fazer as maiorias das gravações ao vivo, limitando as proceduras de pós-produção, escolha ousada que pode ser tomada só quando se cria uma química perfeita entre os participantes e sem dúvida foi possível graças à direção artística do Romulo Fróes. Um gentleman, assim o define Pipo, figura que se destaca no atual panorama da nova música brasileira, elegante nas escolhas estéticas, músico experiente e produtor proativo.

Além do Romulo, a lista de quem participou do processo criativo e a finalização do disco é longa, mais de 30 pessoas, e recheada de nomes talvez não tão famosos,mas com certeza escolhidos a dedo entre aqueles que engrossam as filas da nova geração de talentosos instrumentistasda cena nacional.

Então agora é só fazer o download do disco, ou comprar o CD, e mergulhar de cabeça em mais um registro digno de destaque no rico cenário musical contemporâneo, lembrando que Mergulhar Mergulhei deve ser assimilado pouco por vez, para descobrir todos os detalhes escondidos entre cada nota e cada acorde que o compõe.

Paz!!

Mauro Lussi

Coordenador de programação musical e DJ da Rádio UFSCar

Segunda-feira

1. Aiye

2. Cambaleei

Terça-feira

3. Dia desses

4. Indecifrável

Quarta-feira

5. Olhos de Henri

6. Sabão de coco

Quinta-feira

7. Pra continuar

8. Saudação

Sexta-feira

9. Rosalia

10. O que só cabe em nós

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA