Zulumbi – Zulumbi

Escrito por em 16/06/2014

“Todo mundo tem ambição de ser alguém, ninguém quer ser ninguém” canta o contagiante refrão de “Todo Mundo Tem”, uma das dez pedradas do autointitulado disco de estreia da Zulumbi, deixando claro que a palavra de lei aqui é romper com os moldes. Power trio encabeçado por Lúcio Maia (guitar hero da Nação Zumbi), Rodrigo Brandão (vulgo Gorila Urbano) e PG (DJ do grupo Elo da Corrente), a Zulumbi veste no nome e no som a união das nações de Afrika Bambaataa e Chico Science, fazendo a ponte do rap norte-americano com o manguebeat brasileiro, usando uma boa dose de psicodelia e suingue pra fazer essa mistura colar.

Ah, e como cola! O trio manda muito e faz música pra b-girl e mangue-boy dançar sem botar defeito. A característica guitarra de Lúcio Maia marca presença junto aos eventuais tambores da Nação, mas em Zulumbi esses elementos são reconfigurados para caber nos moldes do rap de asfalto paulista. Guitarrinha funkeada tocando sobre as bases eletrônicas que são puro groove, o maior destaque mesmo fica para a real que Rodrigo Brandão manda a cada faixa (especialmente em “Bumaye” e  “Babe Vou Bombar”), num flow próprio e característico, que deixa claro a mensagem por si só.

Repleto de participações especiais, como as de Anelis Assumpção no refrão de “Cosmos Conspira” e as da rapper sueca Yarah Bravo, do selo inglês Ninja Tune, dando cara de world music à excelente “Mensagem da Tribo”, Zulumbi, talvez pela versatilidade dos membros integrantes, tem cara de trabalho coletivo – no melhor dos sentidos. Ora remetendo mais ao rap paulistano (“Essa é Pra Você”, “Sob O Signo do Insano”), ora à própria Nação Zumbi (“Terra Deu Terra Come”), o grupo se auto-influencia e encontra o equilíbrio perfeito em “Babe Vou Bombar” – que vai do jazz ao funk num toque de alfaia.

Então já sabe, quando os caras da Zulumbi disserem que vão “bombar o sistema”, acredite. O autointitulado é uma das obras mais inspiradas do hip hop nacional atual: de letras politizadas (porém positivas) e numa roupagem world que ainda assim valoriza tudo o que tem de brasileiro, a Zulumbi não deixa pedra sobre pedra quando o assunto é groove.

Henrique Gentil, bolsista de Programação Musical.

A seguir, a lista de músicas que você confere de segunda a sexta, às 9h45, na Rádio UFSCar.

Segunda-feira
1. Zulumbi
2. Cosmos Conspira
Terça-feira
3. Todo Mundo Tem
4. Wah-Wah
Quarta-feira
5. Bumaye
6. Mensagem da Tribo
Quinta-feira
7. Essa É Pra Você
8. Sob o Signo do Insano
Sexta-feira
9. Babe Vou Bombar
10. Terra Deu Terra Come

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA