Watcha Clan – Radio Babel

Escrito por em 04/04/2011

Watcha_Clan-Radio_Babel_3Marselha é a mais antiga cidade da França e também o maior porto comercial do país, e, como todas as cidades portuárias, é ponto de encontro e miscigenação de culturas. Na bacia mediterrânea, Marselha sempre se destacou por seu fascínio mestiço, lugar onde as tradições árabes se misturam com espanholas e italianas, mas também terra que, ao longo da história, foi cenário da diáspora dos judeus sefarditas que deixou profundas marcas na cultura e nas tradições da França meridional.

É nessa cidade que, dez anos atrás, o Watcha Clan, um conjunto de cinco músicos liderados pela carismática cantora Sista Ka, lançou com muita coragem o primeiro disco autoproduzido e intitulado “Live au Cabaret Rouge” que, como o nome diz, foi gravado ao vivo. A peculiaridade sonora da banda estava na fusão de música magrebina com o Flamenco espanhol e o folclore francês.

Em 2008, o disco “Diaspora Hi-Fi”, seguido por “Diaspora Hi-Fi – Remixes”, os revelou ao grande público, a música foi se enriquecendo com novos elementos e referências e os sons sintéticos ganharam mais espaço, enquanto do lado étnico, influências da música gitana e do Klezmer do leste europeu eram exploradas e incorporadas.

No começo deste ano, foi lançado, pelo selo independente Piranha Records, o quinto trabalho deles, “Radio Babel”, um disco que tem como objetivo quebrar barreiras e derrubar muros, seja no sentido cultural, como no sentido político. Não por acaso, foi escolhido como clipe de lançamento um minidocumentário o qual tem como trilha sonora a música “We are one”, que nos mostra a vergonha de um dos muitos muros construídos nas últimas décadas, aquele na fronteira entre México e EUA.

Do lado musical, o álbum pode ser considerado uma das melhores produções da banda, cantado em Hebraico, Francês, Árabe, Inglês e Espanhol (para que seja entendido pelo maior número de pessoas, explica Sista Ka). As músicas são uma perfeita e equilibrada mistura de ritmos e estilos: o D’n’B e outras batidas eletrônicas contemporâneas estão presentes em muitas das 15 faixas que compõem o disco, mas também temos citações famosas como no começo da música “Tangos Del Cachito”, onde Curtis Mayfield é lembrado com o refrão da música “Pusherman”; e a releitura da música tradicional hebraica “Im Nin’alu” que, nos anos 80, ficou famosa na interpretação da cantora yenemita Ofra Haza e, em seguida, foi sampleada inúmeras vezes estando presente em vários hits daquela época. A Chanson francesa também é homenageada na faixa “Viens, Viens” na qual o tradicional estilo se veste com novos acessórios e com uma rítmica contagiante.

A mensagem dos “Watcha Clan” é bem clara, assim como o título do disco que faz referência ao episódio da Torre de Babel bíblica, quando Deus decidiu disperder a humanidade, culpada de querer alcançar o céu, criando uma confusão de idiomas diferentes. E, é com a soma deste idiomas e linguagens, que os Watcha Clan tentam criar um processo inverso cujo resultado é “Nós somos Um”, “We are One” sem muros e sem fronteiras.

Não percam este disco!!

Paz!

Mauro Lussi
Programador musical e DJ da
Rádio UFSCar

A seguir, a lista das músicas que você ouve de segunda a sexta-feira, às 16h00, na Rádio UFSCar:

Segunda-feira
With Or Without The Wall
We Are One
Hasnaduro

Terça-feira
Im Nin’alu Intro
Im Nin’alu
Il Était Une Fois Dans L’est

Quarta-feira
Fever Is Rising
Tangos Del Cachito
Osfour

Quinta-feira
La Camel
Viens, Viens
Gypsy Dust

Sexta-feira
Ashanti
With Or Without The Wall (Extended Mix)
El Quinto Regimiento

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA