THE BUDOS BAND III 2010 – DAPTONE REC

Escrito por em 09/08/2010

the_budos_band-iiiThe Budos Band, um nome simples e impactante, exatamente como o som dessa banda formada em 2003, na cidade de Staten Island, New York, que chega com seu terceiro álbum em uma curva ascendente de sonoridade e popularidade. Trazendo sempre capas marcantes em seus discos, depois de um vulcão e dois escorpiões, o terceiro trabalho traz uma naja pronta para o bote, assim como a banda, em plena forma.

Uma mistura de trilha sonora de séries policiais dos anos setenta – a la Kojak – com Fela Cuti e Black Sabbath, assim é quase possível descrever o som da Budos Band. Todas as músicas são instrumentais, executadas pelos doze músicos que participaram da gravação desse terceiro disco: BRIAN PROFILIO, bateria; DANIEL FODER, contrabaixo; THOMAS BRENNECK, guitarra; MIKE DELLER, órgão; JARED TANKEL, sax barítono; ANDREW GREENE, trompete; DAVE GUY, trompete, COCHEMEA GASTELLUM, sax tenor e flauta; DAME RODRIGUEZ, cowbell, clave e tamborim; VINCENT BALESTRINO, shekere; ROB LOMBARDO, bongo, congas; e JOHN CARBONELLA JR., congas e bateria.

É com esse time e tendo um sax tenor à frente, o que não é muito comum, que a banda realizou cerca de cento e cinquenta shows, em dois anos, para depois se reunir em uma chácara, durante um fim de semana regado a muita cerveja, compondo e arranjando as faixas do terceiro disco que foi gravado em, acreditem, 48 horas!

O The Budos Band III traz uma banda mais coesa e uma identidade mais definida, seguindo a linha do segundo disco, mas trazendo também algo da psicodelia dos anos setenta e outras referências assumidas pelos músicos do grupo. Certamente, com esse terceiro disco, a banda se consagra entre as principais referências da sonoridade que tem sido chamada de Deep funk, ao lado de outros nomes contemporâneos como Antibalas Afrobeat Orquestra; Orgone e The Soul Jazz Orquestra (importante ressaltar que essas e outras bandas têm lançado seus trabalhos em vinil também).

Uma sonoridade simples, mas com arranjos que dão peso, preenchem cada música de forma surpreendente, com destaque para a introdução com sax barítono em Budos Dirge; em Nature’s Wrath, o clima doom traz ainda uma flauta transversal; já Black Venom é uma homenagem a duas bandas do gosto de alguns dos músicos: Black Sabbath e Vennom; e temos as faixas mais funk como Unbroken, Unshaven, Rite of the Ancients e Golde Dunes.

The Budos Band III tem que ser escutado. Um disco que transporta os ouvintes para paisagens inóspitas e climas de terror, mas que sempre cai bem em uma pista de dança!

http://www.thebudos.com/
http://www.daptonerecords.com/
http://www.myspace.com/budosband

Lucas Ferreira (ou Caixa-Preta DJ)
Programador da Rádio UFSCar

Lista das músicas que você ouve durante toda a semana, às 16 horas.

Segunda-feira
1. Rite of the Ancients
2. Black Venom

Terça-feira
3. River Serpentine
4. Unbroken, Unshaven

Quarta-feira
5. Nature’s Wrath
6. Golden Dunes

Quinta-feira
7. Budos Dirge
8. Raja Haje

Sexta-feira
9. Crimson Skies
10. Mark of the Unnamed
11. Reppirt Yad

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA