Nick Cave & the Bad Seeds – Push the Sky Away

Escrito por em 04/03/2013

Nick Cave sempre foi um artista que alternou momentos de raiva e fúria com momentos intimistas e introspectivos, exemplos claros são os primeiros trabalhos com os anarquistas The Birthday Party e as sucessivas composições com os Bad seeds, ou os dois episódios cheios de sonoridades agressivas com o Grinderman, assim como uma violência expressiva muito distante de obras como The good son e o mortalmente romântico, Murder ballads.

Push the sky away, recentemente lançado, apesar que em dezembro foi disponibilizada a bela e lenta balada  “We No Who U R”que abre o disco, na qual já dava para entender um retorno do Nick Cave mais lírico, inspirado pelo imortal Leonard Cohen e, também, por um Lou Reed nos seus momentos mais obscuros. O refrão soa como uma lamentosa canção de ninar, sublinhada por um teclado hipnótico, exemplo da arte da composição afinada ao longo da ecléctica carreira.

Os Bad Seeds que acompanham o “King Ink” sofreram a perda de Blixa Bargeld e do Mick Harvey, assim, Warren Ellis passou a ser o vice capitão da formação, fato que dá para perceber no trabalho de orquestração enfatizado pelos instrumentos de corda e, nas melodias quase minimalistas que deixam em primeiro plano o lirismo romântico e inquieto que caracteriza o álbum inteiro.

“Jubilee Street” segundo single a ser lançado, acompanhado por um ótimo videoclipe, é um quadro com cores fortes que falam do pecado e da hipocrisia que evoca o Lou Reed de Berlin, uma história na qual não existe redenção e tudo que resta é um sentimento que atormenta a alma do infeliz protagonista, pois também não encontra a salvação no epílogo de “Finishing Jubilee Street” que parece mais uma introdução à sucessiva “Higgs Boson Blues”: uma interrogação sobre o mundo e o futuro sempre mais cheio de informações  importantes e, ao mesmo tempo, privadas de significado.

Na verdade, este décimo quinto álbum de Nick Cave não traz muitas novidades do ponto de vista musical, é mais uma reafirmação dos temas que fizeram dele o poeta que nos arrasta para os cantos mais ocultos da nossa alma, por meio de uma narrativa hipnótica e, por vezes, traiçoeira que nos encanta como o canto de uma sereia.

Para todo os amantes…

Paz!

Mauro Lussi
Coordenador de programação musical e DJ da
Radio UFSCar

A seguir, a lista de músicas que você escuta de segunda a sexta, às 15h45, na Rádio UFSCar.

segunda-feira
1. We No Who U R
2. Wide Lovely Eyes
terça-feira
3. Water’s Edge
4. Jubilee Street
quarta-feira
5. Mermaids
6. We Real Cool
quinta-feira
7. Finishing Jubilee Street
8. Higgs Boson Blues
sexta-feira
9. Push The Sky Away

Revisão: Sheila Castro

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA