Leonard Cohen – Popular Problems

Escrito por em 13/10/2014

Os tons são abafados…os timbres, quentes; o ritmo é constante e hipnótico, e a faixa de abertura, “Slow”, é um elogio explícito à lentidão que pulsa nas veias do velho e incansável poeta que, com 80 anos, lança o seu 13º disco, intitulado “Popular Problems”. Uma confecção de blues, country e folk inspirada por sentimentos opostos, como os horrores das guerras e os amores ilusórios, que se encontram nas líricas existenciais que sempre caraterizaram seu trabalho.

Inútil procurar uma nova “Suzane” ou “ Hallelujah”; as paixões não são mais aquelas e os tempos mudaram. Leonard Cohen é um artista coerente e esse último álbum, assim com o precedente Old ideas, é o resultado de uma carreira inspirada por uma sempre renovada procura da beleza, até nas piores coisas, sem cair no fascínio de uma fácil nostalgia.

São nove faixas nas quais Cohen reencontra a si mesmo como poeta e compositor, depois do isolamento monástico que o levou a passar boa parte dos anos 90 num monastério budista. A carga emocional vibrante, evocada pela voz que inspirou outros excelentes nomes da música “pop”, como Tom Waits e Nick Cave, chega a nos arrastar elegantemente ao universo particular do chansonnier canadense, que também se renova do ponto de vista musical.

Com a colaboração de Patrick Leonard, produtor que já trabalhou com artistas do calibre de Roger Waters, Bryan Ferry, Elton John, Rod Stewart e Madonna, e que, desta vez, atua como parceiro em quase todas as composições do disco, é possível notar um incremento em novas formas estilísticas e um rico e colorido apelo instrumental.

Timbres híbridos, entre o analógico e o sintético, emolduram as letras cantadas e declamadas num carrossel sonoro que a cada volta nos revela uma paisagem diferente.

“Somos feios mas temos a música”. Assim cantava o agridoce e jovem Cohen nos anos 60. E só quem possui esse dom pode conceber, aos 80 anos de idade, um disco como Popular Problems: cru e minimalista, sem enfeites onde, ao mesmo tempo, todas as músicas brilham como pequenos diamantes espalhados em um pano de veludo preto, assim como as estrelas numa noite sem lua.

Paz!

Mauro Lussi

Coordenador de programação musical e Dj da

Rádio UFSCar

Segunda-feira

1. Slow

2. Almost Like the Blues

Terça-feira

3. Samson in New Orleans

4. A Street

Quarta-feira

5. Did I Ever Love You

6. My Oh My

Quinta-feira

7. Nevermind

8. Born in Chains

Sexta-feira

9. You Got Me Singing

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA