Laura Marling – Once i was an eagle

Escrito por em 24/06/2013

É de Londres que surge a voz feminina de destaque no cenário da música folk atual. Laura Marling já lançou três discos, todos muito elogiados e premiados, e agora chega com seu quarto rebento, Once i was an eagle. Suas obras seguem uma tendência de complexidade e lirismo pouco comum a folk music. Seu disco mais recente é um exemplo evidente  disso, pois traz uma história multifacetada e bem montada por meio de uma quase-ópera folk, de modo que se faz necessário uma análise de música por música.

O disco começa triste, “Take the night off “é um desabafo romântico. Começa com apenas voz e violão, bem melancólica, aos poucos vai ganhando uma batida maior, novos instrumentos crescendo até terminar num instrumental esperançoso, uma introdução promissora. Ela emenda com a segunda faixa, que dá nome ao disco, “I was an eagle”, também melancólica. A música é uma espécie de metáfora nostálgica na qual o eu-lírico, no passado, em outra vida ou num sonho, foi uma pessoa grandiosa e forte, como uma águia. A metáfora eventualmente reaparece no disco, deixando evidente a escolha da obra. A música é, de certo, um dos pontos altos do álbum.

As quatro primeiras faixas do disco vêm emendadas. Começam melancólicas, românticas, chegando num ápice de depressão na terceira música (You Know), para depois o eu-lírico retomar as rédeas da sua situação em Breathe, onde Laura sopra a vida de volta ao disco.

E aí temos Master Hunter, uma música que começa com os versos “I am a master hunter/ I cured my skin, now nothing gets in/ Nothing not as hard as it tries”; uma letra de força e auto-confiança, sentimentos que até então pareciam longe de dar o ar da graça no disco e atingem o ponto alto de Once i was an eagle. Essa música foi o primeiro single liberado e, definitivamente, uma das melhores do álbum, na qual Laura mostra onde estava a tal da águia.

O disco dá uma sossegada, voltando à melancolia em “Little love caster” e depois trazendo nova energia, ainda que um pouco sombria, com a faixa “Devil’s resting place”. Nesse ponto chegamos na metade álbum,  uma faixa instrumental faz a transição para a faixa “Undine”, nela Laura mantém uma energia positiva e com uma pegada mais folk americano, sem instrumentação, com um violão dedilhado bem caipira, mas sem perder o charme feminino da sua voz, que é praticamente sua marca registrada.

As faixas seguintes seguem na mesma vibe. Um quase-country, que soa bem diferente do começo do disco, pois traz uma animação inédita, pontuada pela bela letra de “Once”, que foi o segundo single do álbum. A partir de então, Once i was an eagle continua com a simplicidade do folk e uma melancolia pacífica, quase psicodélica, bem diferente da primeira parte da obra.

No final da quase-ópera (não criei essa alcunha à toa, o disco tem 16 músicas!), fica no ar uma esperança nostálgica na faixa “Little bird”. E, fechando o disco, “Saved this words”, uma faixa que cresce musicalmente,  o eu-lírico se redime de tudo o que sentiu nas músicas iniciais e ainda deixa um conselho para quem o ouve: “Should you choose/ should I choose/ To love anyone/ Anytime soon/ Then I save these words for you”.

O quarto disco de Laura é o álbum mais conciso e com unidade que ouvi este ano. Além de ser extremamente maduro ao lidar com sentimentos, cria uma atmosfera por meio das instrumentações e ainda apresenta o equilíbrio perfeito entre momentos de melancolia e positividade. Once i was an eagle é uma experiência completa.

Diana Ragnole
Estagiária em Programação musical na Rádio UFSCar

A seguir, a lista de músicas que você escuta de segunda a sexta às 15h45, na Rádio UFSCar.

segunda-feira
1. Take the night off
2. I was an eagle
3. You know
terça-feira
4. Breathe
5. Master hunter
6. Little love caster
quarta-feira
7. Devil’s resting place
8. Interlude
9. Undine
quinta-feira
10. Where can i go
11. Once
12. Pray for me
sexta-feira
13. When were you happy
14. Love be brave
15. Little bird
16. Saved these words

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA