Lake Street Dive – Bad Self Portraits

Escrito por em 05/05/2014

Quando o disco do Alabama Shakes saiu em 2010 foi animador constatar que o cenário soul não havia morrido. Brittany Howard reviveu a ideia sempre válida de que não é preciso ter o look para ter o talento. Sua voz e sua emoção parecem ter inspirado outros talentos a sair do underground e se provarem como estrelas desse movimento neo soul que surge agora. E uma dessas bandas é a mista Lake Street Dive. Na ativa desde 2006, lançam agora seu quinto trabalho, Bad Self Portraits, que está sendo o mais promissor em termos de sucesso.

A mistura do elétrico das guitarras de Mike Olson, com o tradicional do vocal melódico da Rachael Price e do baixo acústico de Bridget Kearney trazem aquela sensação de juntar o antigo com o atual de forma original, e nos conquista logo no primeiro acorde. Lake Street Dive é uma banda fácil de ouvir e mais fácil ainda de gostar, o soul vem diluído em levadas por vezes country, por vezes pop, e as letras carregadas de emoção se confundem com o groove dançante e animado. Rachael Price pode enganar à primeira vista, branquinha e loira, de óculos e ar tímido, mas nos surpreende quando faz surgir de suas cordas vocais um vozeirão digno de coral gospel.

Bad Self Portraits abre com a faixa título, animadamente num soul/jazz dançante e meio pop. Interessante apontar aqui a semelhança de abordagem musical da banda, essa puxada para algo mais pop e mais radiofônico, algo que a cantora Joss Stone também busca em sua carreira. A diferença é que enquanto a bonitinha Stone soa comercial e ligeiramente manjada, como se faltasse a tal da “alma” que deveria haver no seu estilo, Lake Street Dive consegue trazer à tona a essência do soul e toda a sua nostalgia, assim como a banda de Brittany Howard fez. O disco é retrô e o som é interceptado pela atmosfera do southern rock.

Lake-Street-Dive-1

A metade negra da banda se faz presente em faixas como “Better Thank” e “Just Ask” com direito à backing vocal gospel, e todo o swag do blues e da música sulista norte-americana. Para quem curte algo mais animado, a sugestão é “You Go Down Smooth”, ponto alto do disco no qual a banda mostra todo o seu potencial pop. Deixo a dica para dar uma procurada nas apresentações ao vivo dessa música, pra quem precisa de provas concretas do que o quarteto é capaz de fazer fora do estúdio.

Lake Street Dive é uma delícia de ouvir. Quebrando a barreira da música pop e unindo o melhor dos mundos. Eles são mais uma prova que o revival da black music, que vem rolando desde 2010, veio para trazer novos e grandes talentos, provando que aquilo que se ouve é sempre mais importante do que aquilo que se vê.

Diana Ragnole

Estagiária em Programação Musical

A seguir, a lista de músicas que você confere de segunda a sexta, às 15h45.

 Segunda-feira

1. Bad Self Portraits

2. Stop Your Crying

Terça-feira

3. Better Than

4. Rabid Animal

Quarta-feira

5. You Go Down Smooth

6. Use Me Up

7. Bobby Tanqueray

Quinta-feira

8. Just Ask

9. Seventeen

Sexta-feira

10. What About Me

11. Rental Love

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA