Kobo Town – Jumbie in the Jukebox

Escrito por em 01/07/2013

Sem dúvida, não existe uma só música tropical, ritmos e estilos foram misturando-se ao longo do tempo na época post colombiana, assim como não existe dúvida que a maioria dos gêneros que se espalharam pelo continente sul americano, naquela época, tinham uma forte componente africana devido à diáspora deste povo, que foi comercializado como escravo pelos colonos europeus.

Os negros se encontraram num novo continente, em um tempo relativamente breve, e como única bagagem: as próprias culturas e tradições.
Kobo Town é o histórico bairro da capital  Port-of-Spain, capital das ilhas de Trinidad e Tobago, conhecida também como a cidade onde surgiu o calipso, no final do século XIX, que junto ao mento jamaicano deu origem ao surgimento do ska e, consequentemente, ao reggae em todas as suas vertentes.

Mas Kobo Town é também uma banda que surgiu recentemente em volta de Drew Gonsalves, emigrante da ilha de Trinidad que agora reside no Canadá. Neste primeiro semestre ele lançou o segundo disco da carreira, o primeiro foi em 2007 intitulado Independence e foi indicado ao Canadian Folk Music Award, ao Folk Alliance Award e recebeu críticas muito positivas da imprensa especializada.  Independence foi a porta de entrada para o grupo divulgar o próprio trabalho dos dois lados do Atlântico, ampliando a audiência, que ia além dos fãs de carteirinha do calipso tradicional, alcançando um público mais pop.

Em Jumbie in the jukebox as caraterísticas que lhe renderam o primeiro disco serviram de incentivo para a banda acrescentar ritmos e melodias ainda mais cativantes, sem esquecer as raízes afro tropicais. As sonoridades frescas e ensolaradas, mistura do folclore caribenho, do reggae e dancehall, se fusionam com os ritmos do hip hop, do funk e até com elementos da new wave de Nova Orleans, uma mistura de black music que vai do rap urbano mais extremo até ao Ragtime do início do século XX.

Com certeza Jumbie in the jukebox é um disco pop que é a direta evolução da música popular do povo negro residente no território caribenho, respeitando aquela organicidade que, às veze,s falta nas produções contemporâneas. Música inteligentemente descontraída, simples, divertida, para ouvir em total relax, sem desligar os ouvidos da cabeça. Pelo contrario, é um estimulante de produção de serotonina!! Aproveitem!!

Paz!

Mauro Lussi
Coordenador de programaçao musical da Rádio UFSCar

segunda-feira
1. Kaiso newscast
2. Mr. Monday
3. Postcard poverty
terça-feira
4. Half of the houses
5. The call
quarta-feira
6. Joe the paranoiac
7. Diego Martin
quinta-feira
8. Road to fyzabad
9. The trial of Henry Marshall
sexta-feira
10. Waiting by the sea
11. The war between is and ought
12. Tick tock goes the clock

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA