Antemasque – ­Antemasque

Escrito por em 21/07/2014

Antemasque é o mais novo projeto de Omar Rodriguez Lopez e Cedric Bixler Zavala, responsáveis por grupos como o At the Drive-In e o The Mars Volta, e pode surpreender por sua simplicidade. É claro, “simples” nunca foi o melhor adjetivo para se descrever um projeto de Omar, ou mesmo de Cedric. Seja no At the Drive-In seja com o The Mars Volta, o som característico da dupla sempre foi excêntrico (para se dizer o mínimo). Mas Antemasque é “comum” para os padrões dos dois.

Explico: se o At the Drive-In era a interpretação da dupla para o hardcore, e o Mars Volta configurava experimentações pelo rock progressivo, Antemasque é uma espécie de adaptação do hard rock mais clássico para o característico som da dupla. E funciona muito bem.

Formado dois anos após a surpreendente separação do Mars Volta durante a turnê de seu último álbum, Noctourniquet, a dupla não havia dado sinal algum de voltar à ativa: enquanto Omar parecia ocupado demais com seu projeto de art­rock, o Bosnian Rainbows, Cedric dava início ao seu projeto solo, o Zavalaz. Tão subitamente quanto o Mars Volta acabou, pode­se dizer, o Antemasque surgiu. Ao grupo, juntou­se o baixista Flea, do Red Hot Chili Peppers, e o baterista David Elitch, ele próprio um ex­TMV, e assim formou­se um super grupo.

Como já comentado, o Antemasque assume uma proposta mais comportada que os últimos projetos da dupla. Ainda assim, o grupo se apresenta muito confortável nos moldes do hard rock. Como bem apontado por Cedric numa entrevista, “é como se o At the Drive-In e o The Mars Volta tivessem um filho”, e essa é a melhor definição que se pode dar para o som do Antemasque. São canções mais cruas e curtas, como o At the Drive-In era, com alguns ecos das pirações do Mars Volta, e, é claro, uma cozinha rítmica matadora mantendo tudo bem firme e pulsante.

Os vocais de Cedric também se encontram num meio termo entre sua personificação do Mars Volta e do At the Drive-In. Nem tão gritado, nem tão agudo, o vocalista parece ter finalmente assumido um tom que lhe é confortável, e impressiona pelo poder de sua voz. RodriguezLopez, por sua vez, diminui o ritmo de sua guitarra frenética e dá uma enxugada nos solos e improvisos, algo que aprendeu muito bem com o Bosnian Rainbows.

Ganhando força com a urgência desse som mais cru e contido adotado pela banda, Antemasque é uma pequena explosão sonora, mais contido que o som mais exagerado do TMV, mas ainda assim um bom substituto para os fãs de longa data, bem como a porta de entrada ideal para curiosos.

Faixas como “4AM” e “In The Lurch” são vitrines perfeitas para o que de melhor o grupo conseguiu fazer nessa nova estética do hard rock, e, enquanto “acessibilidade” é a palavra da vez aqui, ela é colocada, na maioria das vezes, na medida certa: há uma pequena sensação de estranheza que não nos permite esquecer que Antemasque é, acima de tudo, um projeto de Cedric Bixler­Zavala e Omar Rodriguez­Lopez.

Henrique Gentil, bolsista de Programação Musical.

A seguir, a lista de músicas que você confere de segunda a sexta, às 16h00, na Rádio UFSCar.

Segunda­-feira

2. I Got No Remorse

Terça-­feira

3. Ride Like The Devil’s Son

4. In The Lurch

Quarta­-feira

5. 50,000 kilowatts

6. Momento Mori

Quinta-­feira

7. Drown All Your Witches

8. Providence

Sexta-­feira

9. People Forget

10. Rome Armed To The Teeth


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA