Adele – 21

Escrito por em 27/02/2011

adele21Três anos atrás, quando tinha só 19 anos de idade, Adele lançava o seu disco de estreia e o intitulava, simplesmente, 19. Em janeiro deste ano, chegou às lojas, através do selo XL, o segundo trabalho desta jovem e promissora cantora, intitulado 21, a idade atual dela.

Neste álbum, a própria Adele afirmou ter sido inspirada pela cantora Rockabilly dos anos 50, Wanda Jackson, – escrevi a resenha do seu mais recente trabalho algumas semanas atrás – e pelo disco “Sigh No More” dos londrinos, Mumford & Sons.

21 conta com o trabalho de um time de super produtores, como o mestre Rick Rubin que já produziu artistas do calibre de Red Hot Chili Pepper e Mick Jagger, entre muitos outros; Paul Epworth, conhecido por ter trabalhado com Florence + The Machine; e Jim Abbiss atual produtor dos Artic Monkeys, que deram o melhor do ponto de vista dos arranjos e das sonoridades enriquecendo muito este CD.

A segunda empreitada de Adele pode ser considerada um teste para avaliar a artista que, em 2008, chegou ao topo das paradas inglesas e holandesas e atingiu o décimo lugar nas listas de mais tocadas dos Estados Unidos. E, mais uma vez, o que se destaca é a esplendida voz da cantora, forte, limpa, apaixonada e cheia de personalidade que emerge ao longo das 13 faixas que compõe o álbum.

Sem dúvida, a menina adolescente que gostava das Spice Girls e das Destiny’Childs evoluiu muito, as canções que já eram boas em 19, agora, são mais adultas, seja do ponto de vista musical quanto nas letras, inspiradas talvez pela dolorosa separação de seu namorado, como aparece na faixa “Someone Like You” ou em “Don’t You Remember” que se referem explicitamente à situação sentimental dela.

O disco abre com “Rolling in the Deep”, um ritmo forte e marcado que lembra o batimento de um coração e a voz da Adele se destaca cantando, mais uma vez, o fim do seu relacionamento; na sequência, “Rumour Has It”, cantada como uma Janis Joplin moderna, mantem altas as pulsações, mas as letras desta vez falam de amizade, deixando um pouco de lado o ar mais intimista que caracteriza o álbum. Mais para frente, achamos até uma releitura dos “The Cure”, a bela e maravilhosamente triste, “Lovesong”, produzida por Rick Rubin, que nos traz de volta aquele mood intimista.

21 é um disco Pop de alta qualidade que merece ser ouvido com atenção porque, além da linda voz de Adele, os sons são extremamente refinados e elegantes, sem deixarem de ser acessíveis ao grande público.

Paz!
Mauro Lussi
Programador musical e DJ da
Radio UFSCar

A seguir, a lista das músicas que você ouve de segunda a sexta-feira, às 16h00, na Rádio UFSCar:

Segunda-feira
1.Rolling In The Deep
2.Rumour Has It
3.Turning Tables

Terça-feira
4.Don’t You Remember
5.Set Fire To The Rain
6.He Won’t Go

Quarta-feira
7.Take It All
8.I’ll Be Waiting
9.One And Only

Quinta-feira
10.Lovesong
11.Someone Like You

Sexta-feira
12.If It Hadn’t Been For Love
13.Hiding My Heart

Marcado como

Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA