Marcio Tucunduva

Escrito por em 10/11/2015

Cantor, compositor e guitarrista, Marcio Tucunduva iniciou sua trajetória musical tendo como “professor” ninguém menos que Raul Seixas. Fã e vizinho do roqueiro em São Paulo, aos 13 anos Marcio bateu à porta do artista e foi recebido com muita simpatia. Tomou aulas de violão, gravou fitas caseiras cantando ao lado do mestre (confira aqui Trem das 7) e seguiu Raul no estúdio durante a gravação de seu penúltimo disco. Foi também Raul quem o estimulou a compor. Ao ouvir do jovem e ingênuo pupilo que só havia composto uma única música, cheia de palavrões, o baiano soltou: “minhas músicas também estão cheias de palavrões”, referindo-se ironicamente à Censura. A semente estava lançada…

Depois de muito compor e atuar em bandas, sempre com trabalho autoral mesclado a covers de Jimi Hendrix, Bob Dylan, Alceu Valença e Novos Baianos, entre outras influências, Marcio Tucunduva viveu por quase um ano no Rio de Janeiro. Lá, conheceu o tecladista e produtor Mú Carvalho (da banda A Cor do Som), que se tornou parceiro de composição, produziu seu primeiro álbum, nunca lançado, e foi o responsável pela estreia “oficial” do artista: o single Enjoado Jungle, produzido por Mú, foi tema de um dos personagens da novela Vila Madalena, da Rede Globo, e o videoclipe da canção foi uma das aberturas do programa. Em seguida, Tucunduva gravou o álbum solo Etanoise, que teve uma ótima aceitação da crítica e já fazia a ponte entre música brasileira e rock – o embrião de seu trabalho atual.

Em 2010, Marcio Tucunduva lançou seu segundo álbum, o elogiado Antimoderno, produzido em parceria com Marcos Ottaviano e eleito pelo crítico musical José Flávio Júnior (Revista Bravo!) como um dos cinco melhores lançamentos nacionais daquele ano.

Duas de suas parcerias com Mú Carvalho foram gravadas pela banda A Cor do Som: Pela Beira do Mar, no DVD/CD Ao Vivo do grupo, e Navio Negro, no RockBook A Cor do Som. Além disso, sua canção Plantação Pernambucana foi gravada pelo grupo Pé-de-Cabra no CD da série O Bom do Forró.Cantor, compositor e guitarrista, Marcio Tucunduva iniciou sua trajetória musical tendo como “professor” ninguém menos que Raul Seixas. Fã e vizinho do roqueiro em São Paulo, aos 13 anos Marcio bateu à porta do artista e foi recebido com muita simpatia. Tomou aulas de violão, gravou fitas caseiras cantando ao lado do mestre (confira aqui Trem das 7) e seguiu Raul no estúdio durante a gravação de seu penúltimo disco. Foi também Raul quem o estimulou a compor. Ao ouvir do jovem e ingênuo pupilo que só havia composto uma única música, cheia de palavrões, o baiano soltou: “minhas músicas também estão cheias de palavrões”, referindo-se ironicamente à Censura. A semente estava lançada…

Depois de muito compor e atuar em bandas, sempre com trabalho autoral mesclado a covers de Jimi Hendrix, Bob Dylan, Alceu Valença e Novos Baianos, entre outras influências, Marcio Tucunduva viveu por quase um ano no Rio de Janeiro. Lá, conheceu o tecladista e produtor Mú Carvalho (da banda A Cor do Som), que se tornou parceiro de composição, produziu seu primeiro álbum, nunca lançado, e foi o responsável pela estreia “oficial” do artista: o single Enjoado Jungle, produzido por Mú, foi tema de um dos personagens da novela Vila Madalena, da Rede Globo, e o videoclipe da canção foi uma das aberturas do programa. Em seguida, Tucunduva gravou o álbum solo Etanoise, que teve uma ótima aceitação da crítica e já fazia a ponte entre música brasileira e rock – o embrião de seu trabalho atual.

Em 2010, Marcio Tucunduva lançou seu segundo álbum, o elogiado Antimoderno, produzido em parceria com Marcos Ottaviano e eleito pelo crítico musical José Flávio Júnior (Revista Bravo!) como um dos cinco melhores lançamentos nacionais daquele ano.

Duas de suas parcerias com Mú Carvalho foram gravadas pela banda A Cor do Som: Pela Beira do Mar, no DVD/CD Ao Vivo do grupo, e Navio Negro, no RockBook A Cor do Som. Além disso, sua canção Plantação Pernambucana foi gravada pelo grupo Pé-de-Cabra no CD da série O Bom do Forró.

Página Oficial

Facebook

fonte: site oficial

foto: Jonathan Nóbrega


Opinião dos Leitores

Deixe um Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *


Continue lendo

Rádio UFSCar

Tocando agora
TITULO
ARTISTA