Talma & Gadelha – Maiô

O amor pode até ser um tema meio batido, mas Talma & Gadelha sabem bem como explorar suas inúmeras facetas. Matando o Amor foi um dos registros mais divertidos de 2011,  trazia um som meio “retrô-moderninho”, com melodias deliciosas e uma boa dosagem de psicodelia e rock n’ roll instrumental. Mas, depois de ouvir o álbum todo, a temática parecia cansar… Ficava então a pergunta: para onde ir depois de matar o amor?

O grupo potiguar foi pra São Paulo e, como o casal apaixonado de gigantes que ilustra a capa do disco, conseguiram encontrar mais amor em meio ao tom cinzento da cidade. Maiô vem fresquinho, com a banda renovada, sintonizada com as novas tendências do indie rock nacional, e sem perder aquele charme setentista de seu debut. Talma e Gadelha também fizeram novos amigos e isso reflete na nova sonoridade do grupo.

O disco já começa com a inconfundível guitarra de Júlio Andrade, do The Baggios, no rock n’ roll da faixa título. Na letra de “Maiô”, Simona Talma aparece nostálgica, cantando a saudade de casa, e, ao mesmo tempo, evidenciando a frieza da capital paulista. Seguem outras colaborações: Andreia Dias que, foi assistida pela banda em “Pelos Trópicos”, retribui o favor com “Anjo exterminador”, e Jajá Cardoso, da Vivendo do Ócio, participa da divertida “Homem de lata”.

Já deu pra notar que tem um elenco de peso envolvido neste trabalho, e, é claro, só podia sair coisa boa. Maiô é um excelente álbum de música pop – e não há problema algum nisso. Cada uma das canções do disco são potenciais hits, daqueles que grudam na cabeça rapidinho, e o lançamento é tão fluido que sua meia hora de duração passa voando.

Tudo bem, falar de amor pode ser clichê, careta, quadrado, e até mesmo redundante, mas, às vezes, é necessário. É pra isso que bandas como Talma & Gadelha estão aí: por mais que cantem “as mesmas palavras com outros significados”, como bem lembra Simona na faixa de encerramento de Maiô, o som do grupo vai sempre encontrar relevância, seja na noite chuvosa e solitária de um romântico irreparável, seja nos dias ensolarados de um casal apaixonado.

Henrique Gentil
Bolsista em programação musical da Rádio UFSCar

A seguir, a lista de músicas que você escuta de segunda a sexta, às 9h45, na Rádio UFSCar.
segunda-feira
Maiô
Homem de lata
terça-feira
Anjo exterminador
Espanto
quarta-feira
Em nome do amor
Amigo cupido
quinta-feira
O mais esperto
Saturno
sexta-feira
Calmantes
Voltar ao começo

Revisão: Sheila Castro

 

Compartilhar